Províncias

Centenas de crianças beneficiam do processo de registo gratuito

Joaquim Júnior

Mais de 260 crianças na província do Uíge, que nunca tiveram Cédula Pessoal, começaram a ser registadas no âmbito do projecto “Uma pessoa, uma Identidade”, da Associação das Escolas Comunitárias, em parceria com a Direcção Provincial da Justiça e dos Direitos Humanos.

Centenas de pais levaram os filhos aos postos de registo
Fotografia: Joaquim Júnior| Edições Novembro | Uíge

Segundo o delegada provincial da Justiça , Makenda  Mbalelima, o programa visa essencialmente ajudar as crianças que não tiveram oportunidade de serem registadas  a terem identificação e consequentemente entrarem no sistema de ensino
“O registo das crianças constitui um desafio das entidades envolvidas neste programa, pelo que apelámos  aos encarregados de educação à aderirem aos registos dos filhos, sobretudo dos mais pequenos, para que estes não  atinjam a idade escolar sem  nenhuma identificação”, disse o responsável.
O coordenador provincial da Associação das Escolas Comunitárias, Nkondo Ilengo, disse que a instituição que dirige na província também está a trabalhar para ajudar a Educação a inserir adultos sem documentação no sistema de ensino” A nossa prioridade são as crianças, mas estamos também atentos aos adultos que não estudam por não possuírem  nenhuma documentação. Portanto, nos afirmamos como parceiros do Estado nesta vertente”, salientou.
O soba António Pedro foi o primeiro a registar a sua filha mais nova, de um ano, e disse que ficou emocionado ao receber a Cédula Pessoal da menor sem ter que enfrentar longas filas na Conservatória do Registo Civil do Uíge.
 O Programa de Registo Gratuito foi lançado pelo Executivo para facilitar à atribuição de cédulas aos cidadãos sem recursos financeiros em todo país.

Tempo

Multimédia