Províncias

Centenas de jovens prontos a trabalhar

Nicodemos Paulo| Uíge

Mais de 600 jovens terminaram no Centro de Formação Profissional 1º de Maio, na capital da província do Uíge, cursos de e­lectricidade, canalização, serralharia, alvenaria, culinária, informática e corte e costura.

Os cursos, com a duração de nove meses, foram ministrados por professores credenciados pelo Instituto Nacional de Emprego e Formação Profissional (INEFOP). A administradora municipal adjunta do Uíge, que presidiu ao encerramento do sexto curso ministrado no centro, valorizou a formação técnica e profissional dos jovens por ajudarem a sua inserção no mercado de trabalho.
Sónia Arlete disse que “os centros de formação técnica e profissional são a resposta do Executivo às preocupações dos jovens”, que os habilita “a participarem nas tarefas de reconstrução do país e a contribuírem no desenvolvimento económico da província”. A administradora adjunta salientou a importância dos jovens a partir dos 18 anos, independentemente dos níveis académicos, apostarem na formação profissional por ser “uma porta de entrada no mercado de trabalho”. “Apenas dominando com perícia os pequenos ofícios é que um indivíduo pode usufruir das o­portunidades que o mercado oferece”.

Tempo

Multimédia