Províncias

Centro ortopédico necessita de instalações

Valter Gomes | Uíge

O centro ortopédico do Negage, na província do Uíge, necessita urgentemente de novas instalações e equipamentos, com vista a melhorar a prestação de serviço, disse ontem ao Jornal de Angola, o director da instituição.

O centro ortopédico do Negage, na província do Uíge, necessita urgentemente de novas instalações e equipamentos, com vista a melhorar a prestação de serviço, disse ontem ao Jornal de Angola, o director da instituição.
Amaral Domingos, lembrou que a unidade hospitalar, construída em 1996, funcionava como um centro de emergência de vítimas de minas e referiu que actualmente presta assistência às populações das províncias do Uíge, Malange, Zaire e Kuanza-Norte, vítimas de acidentes ou de paralisia. O director hospitalar do Negagedisse que, devido à grande afluência de pacientes, o centro apresenta carências a nível de internamento e de outras áreas.
“É urgente a construção de novas instalações para o funcionamento do centro ortopédico do Negage e que tenham maior capacidade para internar e reabilitar as vítimas de acidentes, tendo em conta que a cada dia que passa também aumenta o número de pacientes”, afirmou.O director do centro ortopédico do Negage solicitou o apoio e a colaboração da sociedade civil, para que os objectivos da unidade hospitalar sejam concretizados, garantindo maior apoio aos doentes. “Esperamos pela colaboração de todos para que possamos atingir os nossos objectivos, pois de outra maneira será difícil. Vamos continuar a apelar o bom senso da sociedade”, disse o responsável.O centro é assegurado por quatro especialistas em técnicas de ortopedia, mas há necessidade de mais com vista ao reforço da prestação dos serviços.

Tempo

Multimédia