Províncias

Chuvas torrenciais desalojam famílias

Milton Eduardo|Uíge

No bairro Cambila, no município do Uíge, 82 famílias perderam os seus haveres, em consequência das fortes chuvas que caem, insistentemente, sobre a região. A chuva destruiu, até quinta-feira, 35 casas, uma escola primária e a capela da Igreja Católica

Os sinistrados estão a ser apoiados com bens de primeira necessidade
Fotografia: Filipe Botelho|Uíge

Ao todo, 82 famílias do bairro Cambila, no município do Uíge, perderam os seus haveres, em consequência das fortes chuvas que caem, insistentemente, sobre a região.
A chuva destruiu, até quinta-feira, 35 casas, uma escola primária e a capela católica. O soba adjunto do Cambila, Armando Monteiro, lamentou que, pelo menos, 148 alunos matriculados na escola estejam impossibilitados de assistir às aulas e os católicos privados de assistirem à missa.
O governo provincial, através da direcção provincial do Ministério da Assistência e Reinserção Social, entregou, na quarta-feira, às vítimas,  chapas de zinco, cobertores, roupa usada, óleo alimentar, milho, arroz e quites de cozinha, entre outros bens de primeira necessidade.
 As pessoas da terceira idade e as portadoras de deficiência também receberam instrumentos de trabalho, alimentação e uma moagem de fuba. A directora provincial do Minars, Adelina Pinto, que entregou os bens aos sinistrados lembrou que o Governo está atento às preocupações das populações carenciadas.
 Armando Monteiro, soba adjunto do Cambila, agradeceu o gesto do governo. “Sou viúva e tenho oito filhos. Neste momento estamos a viver em casa de um familiar”, queixou-se Marcelina João, uma das vítimas das chuvas.

Tempo

Multimédia