Províncias

Cidade do Uíge é quase centenária

ANTÓNIO CAPITÃO | Uíge

O ambiente na velha cidade do Uíge é de alegria. A localidade completou no dia 1 de Julho 98 anos, desde que ascendeu à categoria de cidade, em 1917.

Barracas de comes e bebes foram instaladas um pouco por toda a cidade do Uíge
Fotografia: Mavitidi Mulaza

As ruas estão coloridas com luzes e dísticos. No largo do governo provincial foi instalado um painel digital onde a população e os visitantes podem assistir a  vídeos que demonstram o crescimento da cidade, nos mais variados sectores, com destaque para a  construção de escolas, unidades sanitárias, projectos habitacionais, estradas e ruas.
Foram criados vários pontos de convívio na cidade, onde estão montadas barracas, tendas e rulotes de comes e bebes. Cientes das suas responsabilidades, os uigenses  cumprem a sua jornada laboral e só depois se juntam  para festejar a data.
“As condições não são como as das edições anteriores, mas compreendemos a situação devido à actual conjuntura económica que o país  atravessa”, disse, ontem, ao Jornal de Angola, o jovem Augusto André.
A abertura das festividades do Uíge foi marcada por um culto de acção de graças na Igreja Fraternidade Evangélica Pentecostal de Angola, no bairro Papelão, e um espectáculo de pirotecnia de 30 minutos, que deixou os munícipes deslumbrados.
A Polícia Nacional foi mobilizada para garantir a ordem e a tranquilidade pública. Os serviços de Protecção Civil e Bombeiros e de saúde destacados em vários pontos da cidade do Uíge garantem a pronta intervenção em caso de sinistros e emergências médicas.
A Praça da Independência é o principal local para as comemorações das festas da cidade do Uíge. Todos os caminhos vão convergir a este bonito lugar, onde, além a exposição de livros, bens industriais, comidas e bebidas e produtos agrícolas, várias pessoas põem em prática as suas capacidades empreendedoras.
Mongualhema é o nome atribuído pelos feirantes ao lado noroeste da Praça da Independência, onde as tendas e barracas estão na encosta de uma pequena montanha, onde foi construída parte do bairro Papelão.
O lazer para os jovens e crianças estão garantidos. No largo adjacente à Rádio Uíge foi montada uma plataforma com carrinhos electromagnéticos, onde as crianças desenvolvem habilidades no volante. Na Praça da Independência também há um carrossel que desde as últimas cinco edições tem sido a principal atracção.

Tempo

Multimédia