Províncias

Combate às ravinas começa este mês

Sílvio Fortunato|Uíge

Três ravinas que atrapalham a circulação automóvel e a população de algumas aldeias dos municípios de Kimbele, Sanza Pombo e Maquela do Zombo começam a ser combatidos este mês, segundo garantias do chefe de departamento de aproveitamento hidráulico e obras marítimas do Ministério das Obras Públicas.

Fotografia: Daniel Benjamin | Edições Novembro

André João António disse, no momento da consignação das obras a uma empresa privada, que os trabalhos deverão ser concluídos dentro de 90 dias. “O estancamento da ravina do município de Kimbele vai custar 1.353.712.000,00 kwanzas aos cofres do Estado e o da que se encontra na via Sanza Pombo/Buengas 514.762.000,00 kwanzas, enquanto a obra de contenção da ravina em Maquela do Zombo está calculada em 164.198.000,00 kwanzas”, adiantou André João António. A intervenção nas duas ravinas que ameaçam destruir várias infra-estruturas na vila de Kimbele e cortar a ligação rodoviária entre os municípios de Sanza Pombo e Buengas está a cargo de uma empresa de construção e engenharia privada seleccionada pelo Ministério das Obras Públicas, acrescentou André João António, que informou que a consignação das obras faz parte de um programa de emergência que visa conter a progressão de 23 ravinas consideradas críticas em todo o país.

Tempo

Multimédia