Províncias

Crianças estudam em melhores condições

Valter Gomes | Uíge

Os alunos da regedoria do Quindando, município do Negage, na província do Uíge, têm no próximo ano melhoradas as condições de ensino, com a construção de mais seis salas.

O empreiteiro garante o cumprimento dos prazos estabelecidos para a construção dos novos estabelecimentos de ensino da região
Fotografia: Valter Gomes | Uíge

A escola é erguida no quadro do Programa do Fundo de Apoio Social (FAS) e visa oferecer melhores condições de acomodação aos alunos e professores do Quindando, além de garantir melhorias significativas no funcionamento do sector da Educação nas comunidades rurais da província.
A obra é executada pela empresa SONIVEL, num espaço com cerca de 300 metros quadrados. Os trabalhos ficam concluídos em seis meses.
A infra-estrutura, além das salas, vai contar com gabinetes, sala de reuniões, secretaria, balneários, recinto para o recreio dos alunos e um campo polidesportivo.
O vice-governador para o sector Técnico e Infra-estruturas do Uíge, Afonso Luviluco, que procedeu ao lançamento da primeira pedra para a construção do futuro estabelecimento escolar, pediu ao empreiteiro no sentido de cumprir os prazos estabelecidos, para que no próximo ano lectivo os alunos da localidade retomem as aulas em melhores condições. Afonso Luviluco solicitou aos habitantes maior colaboração com o empreiteiro e recomendou às autoridades tradicionais para fiscalizarem as obras.
“O Executivo está apostado na resolução de várias dificuldades que a população enfrenta, mas, para tal, é necessária a colaboração e participação da sociedade”, disse.
O empreiteiro da obra, Carlos Dálvaro, garantiu que estão criadas as condições para a execução e conclusão da obra nos prazos estabelecidos. O regedor do Quindado, Henriques Zangui Zinga, manifestou-se satisfeito pela oportunidade de emprego que a empresa deu a mais de 20 jovens da localidade e lembrou que as crianças estudam em más condições.
A autoridade tradicional enalteceu as acções do Governo, tendentes a melhorar as condições de vida dos habitantes, sublinhando que muito recentemente a localidade ganhou um posto de saúde que está a oferecer os primeiros socorros aos habitantes.
“O posto funciona com dois enfermeiros que prestam um atendimento aceitável aos habitantes. Mas nos últimos dias estamos a registar insuficiências de medicamentos. Isso tem criado muitas dificuldades aos técnicos e à população”, lamentou. Em relação ao Programa “Á­gua para Todos”, a localidade beneficiou de um sistema de abastecimento de água potável, inaugurado este mês pelo ministro da Energia e Águas, João Baptista Borges.
O equipamento funciona com um reservatório de água com capacidade para mais de 30 mil metros cúbicos, quatro chafarizes e duas lavandarias. Fundada em 1960, a regedoria do Quindando fica a 20 quilómetros da sede municipal do Negage. Conta com uma população estimada em mais de 2.060 habitantes.

Tempo

Multimédia