Províncias

Cruz Azul prepara activistas para combate ao alcoolismo

Oitenta activistas, provenientes de várias igrejas, foram capacitados, ontem, na cidade do Uíje, sobre medidas de combate ao alcoolismo, numa acção formativa promovida pela Cruz Azul de Angola.

Oitenta activistas, provenientes de várias igrejas, foram capacitados, ontem, na cidade do Uíje, sobre medidas de combate ao alcoolismo, numa acção formativa promovida pela Cruz Azul de Angola.
O responsável provincial do Uíje da organização, Miguel Eduardo, declarou à Angop que a formação teve por objectivo dotar os jovens de conhecimentos que os possibilitem sensibilizar as pessoas sobre os perigos do álcool.
Miguel Eduardo realçou que os pacatos cidadãos são os mais afectados pelos efeitos do excesso de consumo de álcool. Segundo ele, devido ao alcoolismo, muitos jovens roubam, destroem automóveis e se agridem fisicamente.
A organização pretende formar núcleos comunitários a nível dos 16 municípios da província, no sentido de fazer chegar com brevidade as mensagens aos munícipes, adiantou. A Cruz Azul de Angola é uma instituição humanitária não governamental, fundada em 1877, em Genebra (Suíça), e tem representações em 43 países. Em Angola, a sede da organização situa-se na em Luanda, desde 1982. A representação no Uíje foi aberta em 1992.
O seminário durou dois dias e foi orientado pelo chefe da instituição, tendo  abordado temas como “Técnicas de recolha de dados sobre o álcool”, “Perigos causados pela droga e pelo álcool”, “Efeitos do tabaco”, “Barreiras sociais” e “Jovem e a formação”.
Foram ainda abordados os temas “Responsabilidade da vida juvenil”, “Droga e separata humana”, “Delinquência juvenil” e “Direitos humanos”.

Tempo

Multimédia