Províncias

Defendida relação saudável nas escolas

Moniz Muquebele | Uíge

O docente universitário Lando Francisco defendeu, no Uíge, uma relação saudável entre o professor e o aluno, para que a paz se instale nas salas de aula.

Professores e alunos no Uíge falaram sobre a Paz e traçaram novas estratégias para melhorar o sistema de ensino e aprendizagem na região
Fotografia: Eunice Suzana|Uíge

Numa palestra realizada nas instalações do Instituto Médio de Administração e Gestão do Uíge (IMAG), o orador referiu que não devem existir motivos que levem o professor a desrespeitar os seus alunos, ainda que o mesmo seja muito exigente.
É necessário, realçou, fazer um esforço para tratar bem os menos aplicados, dando-lhes tarefas para diagnosticar as causas do seu fraco desempenho. Lando Francisco acrescentou que o professor também não deve ser presunçoso, sobretudo se pertencer a uma determinada organização política ou partidária.
“Se estiver ligado ao partido no poder, por exemplo, exige-se humildade e simplicidade. Não precisa de falar da política partidária na sala de aula. Não é sua missão incendiar a mente dos alunos e violar os princípios de sentimento de paz, intrínsecos a um verdadeiro professor”. Na mesma vertente, o director do Instituto Médio de Administração e Gestão do Uíge afirmou ser importante que o professor se considere um dos principais heróis do sucesso no processo de reconstrução em curso no país.  Garcia Pedro sublinhou que as competências socioculturais, científicas e tecnológicas do professor contribuem significativamente para a melhoria das acções que visam o resgate dos valores cívicos e morais.
O Instituto Médio de Administração e Gestão funciona desde 2009 e já formou 273 técnicos, nas especialidades de Administração Pública, Contabilidade e Gestão e Informática de Gestão.
A instituição funciona com 85 professores e ministra, também, dois cursos básicos, um para Auxiliares de Contabilidade e outro para Operadores de Informática.

Tempo

Multimédia