Províncias

Distribuição de água no Uíge com melhorias significativas

Nicodemos Paulo | Uíge

Um projecto de extensão de mais de 120 quilómetros de rede de água, para o melhoramento da distribuição do produto na cidade e arredores, arrancou terça-feira no bairro Mbemba Ngango, município do Uíge.

Novos sistemas de captação em construção
Fotografia: Mavitidi Mulaza | Uíge

A empreitada, a cargo da empresa TSE, terá a duração de 18 meses e vai custar aos cofres do Estado cerca de 904 milhões 669 mil e 14 kwanzas, para permitir que mais de seis mil residências tenham água potável.
O chefe do departamento de Á­guas do Ministério da Energia e Águas, António Quaresma, revelou que, para além da extensão da rede de distribuição, serão ainda construídos novos sistemas de tratamento e tanques reservatórios para contemplar todos os bairros da cidade e comunidades periféricas.
O governador provincial do Uíge, Paulo Pombolo, afirmou que o seu governo está a envidar esforços para aumentar e melhorar o abastecimento de água à população.
“Apelamos por isso a compreensão e paciência dos citadinos, pelos constrangimentos que as obras poderão provocar na circulação automóvel, enquanto durarem as obras.
Para além deste projecto, de acordo com o governador provincial, estão em fase conclusiva nos municípios da Damba, Ambuíla, Mucaba e Negage, as obras de construção de sistemas de captação, tratamento e distribuição de água, e de escavação de furos artesianos.
A cerimónia de lançamento da primeira pedra para o arranque das obras foi testemunhada por membros do governo provincial, autoridades tradicionais e população em geral.

Tempo

Multimédia