Províncias

Educação e Saúde com avanços importantes

Nicodemos Paulo |Uíge

A Educação e a Saúde foram os sectores que registaram avanços mais significativos no Uíge, com o aumento do número de salas de aulas e unidades sanitárias, construídos este ano, afirmou o governador provincial.

Os participantes na sessão ordinária do Governo Provincial analisaram vários programas entre os quais o de Combate à Pobreza
Fotografia: Mavitidi Mulaza|Uíge

Paulo Pombolo, que falava na abertura da II sessão ordinária do Governo Provincial do Uíge, realçou as melhorias na educação, relativamente às condições de trabalho dos professores e pessoal administrativo, com a construção de novas escolas e a reabilitação de outras. Também foram adquiridas viaturas para os responsáveis dos vários departamentos, secções e áreas municipais do sector.
As escolas do II ciclo viram, ainda, reforçadas as suas verbas. Também o sector da saúde vai ter um novo impulso com a construção de quatro hospitais municipais, nas localidades de Ambuíla, Bembe, Cangola e Milunga. Dentro de dias, começam as obras de reabilitação e ampliação do hospital municipal do Negage e a construção de um centro materno-infantil.
No Uíge, vários projectos estão em execução, o que permite perspectivar dias melhores para a província. Por exemplo, nos municípios de Maquela do Zombo, Quimbele e Milunga vão ser construídos sistemas de água potável.
 Paulo Pombolo destacou a abertura de 50 furos artesianos e 15 outras construções de pequenos sistemas de abastecimento de água, que vão beneficiar mais de 500 mil habitantes. Este ano, as acções do Governo Provincial incidiram na conclusão dos projectos de âmbito económico e social que asseguram a operacionalização dos equipamentos sociais colocados nos municípios, com vista à melhoria da qualidade de vida das populações.Os participantes na II sessão ordinária do Governo Provincial analisaram, em profundidade, a aplicação do programa de Combate à Pobreza nos municípios, os relatórios da execução do Programa “Água para Todos”, saneamento básico da cidade do Uíge e apreciaram o grau de cumprimento dos 11 compromissos da criança.
Os membros do governo local consideraram positivo o desempenho dos sectores da Educação e Saúde, em função do aumento de salas e das melhorias alcançadas na prestação de serviços das principais unidades sanitárias da província.
Depois de analisado o sistema de saneamento básico da cidade do Uíge, os participantes consideraram haver melhorias significativas na recolha e tratamento de resíduos sólidos, e deram ordens à administração municipal para localizar um novo espaço para servir de aterro sanitário provisório, até que se encontre um local definitivo e mais apropriado.
Mandaram, ainda, a administração municipal do Negage encontrar soluções de modo a alterar o quadro sanitário da cidade e arredores e criar um aterro sanitário.
Consideram, também, indiscutíveis os resultados alcançados nos programas de aquisição de medicamentos e merenda escolar, tendo recomendado às administrações municipais que apresentem relatórios mais detalhados sobre os indicadores da execução física e financeira do número de alunos que beneficiam deste programa.Em relação ao ajustamento dos regulamentos internos das direcções provinciais dos Registos e da Indústria e Geologia e Minas, a sessão recomendou aos dois sectores que enviem para o gabinete jurídico do Governo Provincial o devido enquadramento técnico e legal, tendo em conta as dificuldades de ordem funcional que as direcções enfrentam no seu funcionamento.
O Governo Provincial vai, nos próximos dias, criar uma comissão integrada pela direcção provincial do Comércio e Hotelaria e Turismo, e pelo gabinete jurídico do GPU, para a negociação com as pessoas interessadas em reactivar os hotéis que se encontram inactivos.

Tempo

Multimédia