Províncias

Empresários convidados a explorar potencialidades

Nicodemos Paulo | Uíge

O município do Negage está em festa. Hoje, uma das mais belas cidades da província do Uíge, comemora os 42 anos. O velho posto da circunscrição do Dimuca, teve um crescimento imparável com a criação da sua Base Aérea e em 26 de Junho de 1970, conquistou o estatuto de cidade.

O município do Negage está em festa. Hoje, uma das mais belas cidades da província do Uíge, comemora os 42 anos. O velho posto da circunscrição do Dimuca, teve um crescimento imparável com a criação da sua Base Aérea e em 26 de Junho de 1970, conquistou o estatuto de cidade.
  Para comemorar as festas da cidade, que começam hoje e se prolongam até ao dia 7 de Julho, a Administração Municipal programou a realização da feira agrícola e do livro infantil, uma exposição de artes plásticas e um grande espectáculo animado por vários artistas locais.  Também consta do programa de actividades, a realização de palestras sobre o perfil socioeconómico do município para elucidar os visitantes sobre o que está a ser feito no município. As autoridades municipais do Negage pretendem mostrar as potencialidades da região, para atrair os empresários nacionais e estrangeiros.
O administrador municipal adjunto e coordenador das festas da cidade do Negage, Jonas João, afirmou que durante sete dias os munícipes e turistas têm muitos motivos para festejar o aniversário da cidade do Negage.
O programa das festas inclui um torneio quadrangular de futebol e uma gala de homenagem aos que deram o seu contributo ao crescimento social e económico do município. A festa é organizada pela Associação dos Naturais e Amigos do Negage.
“Aqueles que nos visitarem hoje vão encontrar uma cidade com uma imagem diferente. Temos, agora, corrente eléctrica e água canalizada que são bens indispensáveis para a vida urbana. Tudo isso deve-se aos esforços empreendido pelo Executivo que primado em resolover os problemas da população. É motivo de alegria”, disse.
 É preocupação da administração levar estes serviços a todos os bairros periféricos e comunidades rurais”, afirmou Jonas João.O administrador adjunto do Negage referiu que o crescimento dos municípios não depende unicamente das administrações, mas também dos investidores privados, através da instalação de indústrias e empresas do ramo comercial e agrícola.
Localizado a 37 quilómetros da cidade do Uíge, Negage tem a maior pista de aviação da região norte do país. O município tem duas comunas: Quisseque e Dimuca que dispõem de solos aráveis para o cultivo da mandioca, milho, feijão, batata rena e café de primeira qualidade.

Tempo

Multimédia