Províncias

Escola de hotelaria no Uíge para servir toda zona norte

Joaquim Júnior | Uíge

Uíge tem a partir do próximo ano uma escola de hotelaria que serve também alunos do Zaire, Cabinda, Bengo, Malanje e Cuanza Norte, anunciou ontem o chefe de departamento da Direcção Provincial do Comércio, Hotelaria e Turismo.

A futura escola de hotelaria vai ser projectada nesta área e vai formar quadros do sector
Fotografia: Mavitidi Mulaza

Bosseki Mansoni disse ao Jornal de Angola que o projecto, que vai ser concretizado no perímetro adjacente à centralidade do Quilomosso, inclui dois edifícios, um para a escola, com capacidade para 200 alunos em regime de internato, e outro para um hotel de três estrelas, com dois pisos e mais de 50 quartos.  A materialização do projecto, afirmou, traz grandes benefícios às províncias do norte do país, sobretudo ao Uíge, que tem dificuldades em formar quadros do sector. Na escola também vão ser ministrados cursos de guias turísticos e de línguas estrangeiras.

Mais hotéis em construção


No Uíge, Negage, Maquela do Zombo e Quimbele estão a ser construídos 13 hotéis, o que faz com a província tenha no próximo ano mais de mil quartos.

Tempo

Multimédia