Províncias

Estação agrária e veterinária diversifica produção agrícola

Valter Gomes|Nsosso

A Estação de Investigação Agronómica e Veterinária para a produção e diversificação de sementes, plantas agrícolas e gado  bovino, suíno e caprino é inaugurada em breve  na comuna do Nsosso, município da Damba, anunciou ontem o governador provincial do Uíge.


  Paulo Pombolo visitou as obras da futura Estação de Investigação Agronómica e Veterinária do município da Damba e manifestou satisfação  por se tratar de um investimento do Executivo para reforçar a agricultura e a pecuária  da região. 
   “A província do Uíge desempenha um papel preponderante  no acompanhamento dos esforços que o Executivo está desenvolver, face a crise económica e financeira, daí a nossa atenção redobrada em todos os projectos que estão a serem implementados na região”, disse Paulo Pombolo
O governador provincial lembrou que o Uíge dispõe de terras aráveis e boas condições  para   uma agricultura virada para o mercado.  “Com a construção da primeira Estação de Investigação Agronómica estão criadas as condições para  os agricultores e empresários poderem adquirir alfobres com qualidade na Estação de Investigação Agronómica e Veterinária da Damba”.
A administradora municipal da Damba, Maria Cavungo, indicou que a região é rica na produção de feijão, mandioca, milho, gergelim, batata-doce e rena, banana, abóbora e inhame e convidou os empresários a investirem na agropecuária.

Formação técnica

A Estação de Investigação Agronómica e Veterinária do município da Damba é uma iniciativa da empresa israelita Agricultiva e  proporciona  formação a técnicos agrónomos e apoia  os agricultores e   empresários ligados a agropecuária.
A Estação de Investigação Agronómica e Veterinária possui  um centro de captação e tratamento de água potável para as plantas e animais e    naves para criação de aves. Dispõe ainda de  espaços para tratamento  do gado, estufas para produção de sementes e plantas e para a produção agrícola.

Tempo

Multimédia