Províncias

Estrada entre Vista Alegre e Cambamba em obras

Valter Gomes |Uíge

A via que liga as comunas de Vista Alegre e Cambamba, no município de Quitexe, província do Uíge, vai beneficiar de obras de terraplenagem para melhorar a circulação de pessoas, veículos e mercadorias

Projecto de reabilitação de estradas em vista vão facilitar as trocas comerciais na região e a livre circulação de pessoas e mercadorias
Fotografia: Jornal de Angola

O início da empreitada da estrada, com cerca de 25 quilómetros, foi na quarta-feira, na localidade de Vista Alegre, em cerimónia orientada pelo governador provincial Paulo Pombolo.
A empresa portuguesa “Dacop Construções SA” tem a responsabilidade de executar a obra, avaliada em 24 milhões de kwanzas, num período mínimo de dois meses.
Arlindo Leite, um dos responsáveis da empresa, disse que todas as condições estão criadas para que a obra seja concluída nos prazos estabelecidos.
O responsável referiu que pelo menos 25 trabalhadores, entre nacionais e estrangeiros, vão assegurar os trabalhos.
Paulo Pombolo disse que uma das grandes prioridades do Governo Provincial é melhorar as vias secundárias e terciárias, para permitir que a população circule sem grandes dificuldades e facilitar o processo de escoamento dos produtos agrícolas cultivados na região.
O governador pediu ao empreiteiro a maior responsabilidade na execução da obra e respeito pelos prazos estabelecidos, para que a população possa sentir-se mais aliviada, com vista ao desenvolvimento da região e bem-estar de todos.
“Muitas vezes, o Governo investe na construção de um determinado empreendimento mas o trabalho executado não é de boa qualidade e por isso não dura muito tempo”, alertou Paulo Pombolo.
O governador garantiu que a fiscalização da obra é feita por uma empresa idónea.
Apesar disso, Paulo Pombolo apelou à população, autoridades tradicionais e entidades religiosas no sentido de actuarem como verdadeiros fiscais.
Outros trabalhos de reabilitação decorrem noutras vias secundárias e terciárias dos municípios da Damba, Quimbele, Maquela do Zombo, entre outras localidades.
O governador Pombolo acrescentou que na sede comunal de Cambamba estão em curso algumas acções que contribuem para a melhoria funcional de vários empreendimentos económicos e sociais, como sistemas de abastecimento de água potável, posto médico e escolas.

Regedor satisfeito

O regedor adjunto de Cambamba, Correia João, depois de aplaudir a iniciativa da terraplenagem na estrada que liga as comunas da Vista Alegre e Cambamba, solicitou a colocação de asfalto.
“Estamos bastante satisfeitos. Desde os anos 70 que circulamos em péssimas condições. Muitos habitantes retiraram-se da comuna para a província do Bengo e outras localidades circunvizinhas, por causa das dificuldades que enfrentamos, sobretudo no escoamento dos produtos cultivados pelos camponeses locais”, argumentou.
A autoridade tradicional disse que a comuna possui terras totalmente férteis para a produção de qualquer tipo de produtos.  Por isso, referiu, logo que a via melhorar, os habitantes vão alargar a produção de alimentos para contribuir positivamente para o desenvolvimento da região e equilíbrio da dieta alimentar das famílias locais.
Na comuna, disse, muitos habitantes desejam integrar-se em associações. Mas o estado das vias desanima-os porque muitos dos produtos cultivados na localidade acabam por se estragar.
“Estamos esperançosos. Logo que a estrada terminar estamos em condições de reactivar as associações e cooperativas para aumentar a produção de alimentos”, disse.
A ginguba, mandioca, feijão, laranja, tangerina, banana, batata-doce e rena, café e cana-de-açúcar são os produtos mais cultivados na localidade. Cambamba possui um posto de saúde assegurado por dois enfermeiros.

Falta ambulância

O regedor pede o aumento do número de enfermeiros para darem resposta positiva à demanda de doentes que acorrem ao posto de saúde local, que também atende doentes provenientes de algumas localidades da província do Bengo. O regedor adjunto de Cambamba manifestou-se preocupado com a falta de uma ambulância no posto de saúde. Os doentes em estado grave, acrescentou, são transportados em tipóias ou motorizadas. 
A  malária, doenças respiratórias agudas e diarreias são as mais frequentes, de acordo com o regedor Correia João.
Para ele, as localidades de Quissambala, Cassula e Mufuque constam das zonas que necessitam da instalação urgente de um posto de saúde. A comuna de Cambamba, município de Quitexe, possui oito aldeias e uma população estimada em 3.700 habitantes, segundo o regedor adjunto.

Tempo

Multimédia