Províncias

Estradas asfaltadas aceleram progresso

Valter Gomes | Uíge

Os mais de mil quilómetros de estradas asfaltadas, construídas nos últimos três anos no Uíge, nas vias que ligam a sede provincial aos municípios do Negage, Puri, Sanza Pombo, Quimbele, Bungo, Mucaba, Damba e Maquela do Zombo, melhoraram significativamente a circulação de pessoas e mercadorias, o que permite o desenvolvimento acelerado da província em diversos sectores.

Abertura e reabilitação de vias de acesso tem como objectivo facilitar as trocas comercias e o escoamento de bens agrícolas
Fotografia: Mavitidi Mulaza

O governador Paulo Pombolo, que confirmou o facto na vila de Maquela do Zombo, cerca de 310 quilómetros a norte da cidade do Uíge, disse que as obras foram executadas no âmbito do Programa de Investimentos Públicos.
Paulo Pombolo avançou que para além das estradas e ruas da cidade asfaltadas, o Governo Provincial, em colaboração com o Executivo, iniciou a 6 de Junho uma nova empreitada para a terraplenagem e colocação de asfalto nos troços rodoviários que ligam a sede provincial aos municípios do Songo e Bembe, até à vizinha província do Zaire, e na via Alfândega-Cangola/Sanza Pombo–Buengas, e da comuna do Bengo, no município de Cangola, até Massangano.
“Pretendemos com esta aposta ligar por terra o Uíge às outras províncias do país, melhorando a circulação de pessoas e bens e garantir um desenvolvimento positivo nos municípios”, disse Paulo Pombolo. O governador do Uíge referiu que no domínio da Educação foram construídas 90 escolas, com cerca de 549 salas, no âmbito dos Programas de Investimentos Públicos e de Combate à Pobreza.
Nos últimos três anos, o sector da Educação facilitou o enquadramento de mais de 240 mil alunos, da iniciação à 12ª classe.
Segundo o governador, para suprir o défice de salas de aulas, o Executivo aprovou, em Maio deste ano, um programa de emergência para a província, que vai permitir a construção de 25 escolas nas localidades que fazem fronteira com a República Democrática do Congo, como são os casos das comunas de Sacandica, Beu e Cuilo Futa (Maquela do Zombo), Alto Zaza, Icoca e Cuango (Quimbele), Buenga Norte, Cuilo Camboso e Buenga Sul (Buengas).
“As obras de construção destas escolas iniciam-se no próximo mês de Dezembro. Nesta altura o Governo Provincial está a contratar os empreiteiros que vão assegurar os trabalhos”, disse.
Nos últimos três anos, o sector da Saúde também conheceu melhorias significativas, com a construção de 18 unidades sanitárias, como hospitais, postos e centros de saúde.

Energia e água

O governador acrescentou que no domínio da energia eléctrica foram instalados 85 quilómetros de rede de distribuição, sendo 25 quilómetros de média tensão e 64.1 quilómetros de baixa tensão, e 739 postos de iluminação pública. Paulo Pombolo sublinhou que pelo menos 3.267 ligações domiciliárias foram feitas até agora.
“A água é outra aposta do Governo Provincial. Nos últimos anos foram construídos 35 sistemas de abastecimento de água nos diversos municípios da província, onde também foram feitos furos artesianos no âmbito do Programa Água para Todos”, disse.
O governador lembrou que na última época agrícola foram colhidas e comercializadas no Uíge mais de 350 mil toneladas de produtos cultivados na região. “O Governo Provincial está apostado no fomento da produção. Nesta época estamos a preparar 18 mil hectares de terras aráveis, que vão permitir a plantação de diversas culturas, para que nos próximos dias se aumente o nível de produção em relação à última época agrícola”, disse.
A província do Uíge subdivide-se em 16 municípios e 31 comunas. Tem cerca de 1,425 milhões de habitantes.

Tempo

Multimédia