Províncias

Expansão de serviços melhora assistência

Joaquim Júnior | Uíge

O sector da Saúde no município de Mucaba, na província do Uíge, registou avanços nos últimos anos, com a implementação dos programas de Combate à Fome e à Pobreza e dos Serviços Municipalizados de Saúde, que permitiram a construção de um hospital de referência, disse ontem o director municipal da Saúde.

Postos de saúde e centros médicos são construídos e reabilitados na região para descongestionar os hospitais de referência
Fotografia: Filipe Botelho| Edições Novembro

Alberto Afonso referiu, ao Jornal de Angola, que o hospital municipal, construído recentemente, presta serviços de urgências médicas, consultas externas, hemoterapia, estomatologia, pediatria, raio x e serviços de apoio. O responsável lamentou o não funcionamento do bloco operatório, devidamente equipado, por falta de médicos especializados.
 Alberto Afonso informou que as localidades de Lutanda, Mussenga, Quilumbo, Quimuzembo, Caondo, Quinsosso, Quipumba, Quengue e Quimbale ganharam também, nos últimos anos postos de saúde e centros médicos. Destacou ainda a construção de centros de saúde na sede municipal e na comuna do Uando.
Alberto Afonso adiantou, à nossa reportagem, que a saúde reprodutiva funciona com salas de parto erguidas nas aldeias do Mucongue, Quengue e Mpelo, prevendo-se a construção de mais salas de parto em Mbongui-a-Nfinda e em algumas aldeias mais longínquas da sede municipal, logo que a situação financeira do país se estabilize. Enquanto isso, um dos problemas de saúde pública solucionado na  ­municipalidade, disse Alberto Afonso, tem a ver com os casos de mordedura de cães raivosos.
O responsável disse que nos anos 2014 e 2015 o município apresentava um quadro negativo, tendo-se registado seis óbitos, resultantes de raiva, num total de nove casos controlados na altura, tudo porque as aldeias da região eram detentoras de quantidades de cães vadios e contaminados com raiva, que foram já recolhidos.
 “Foi preciso um trabalho aturado que envolveu intervenção multissectorial, sobretudo dos Serviços Veterinários da Direcção da Agricultura no Uíge, que, em colaboração com as autoridades tradicionais, desencadearam acções de sensibilização junto dos proprietários de cães e que culminou com abate de alguns animais”, disse. No município existem  programas de tuberculose, consultas pré-natais, as campanhas de rotina do Programa Alargado de Vacinação (PAV), vacina contra tétano, serviços de inspecção hospitalar. Mucaba dispõe de duas ambulâncias, que facilitam a transportação de pacientes das localidades para as unidades sanitárias e em casos especiais para o Hospital Geral do Uíge.
A assistência à população é garantida por dois médicos, dos quais um especialista em Medicina Geral e outro em Estomatologia, auxiliados por 21 técnicos de saúde.

Tempo

Multimédia