Províncias

"Faltam recursos humanos para os desafios do futuro"

José Bule | Uíge

O governador provincial do Uíge, Paulo Pombolo, defendeu ontem, quinta-feira, que é necessário desenvolver mais projectos de instalação de estações de abastecimento de água potável às populações da província, além da criação de uma empresa provincial de águas capaz de gerir e distribuir convenientemente o produto.

Falta de recursos financeiros impede a concretização de projectos a nível da província
Fotografia: José Bule

O governador provincial do Uíge, Paulo Pombolo, defendeu ontem, quinta-feira, que é necessário desenvolver mais projectos de instalação de estações de abastecimento de água potável às populações da província, além da criação de uma empresa provincial de águas capaz de gerir e distribuir convenientemente o produto.
Paulo Pombolo, que discursava na abertura do 1º Conselho Consultivo Alargado do Ministério da Energia e Águas, que decorre desde quarta-feira até amanhã, disse ser necessário ampliar a nova subestação do Uíge 2 para beneficiar os bairros da periferia da cidade do Uíge.
Em relação aos sectores da energia e águas na província, Paulo Pombolo manifestou preocupação com a falta de quadros qualificados que possam assegurar o normal funcionamento das suas infra-estruturas.
“Faltam recursos humanos devidamente preparados para os desafios que temos no futuro. Este é um assunto que preocupa o Executivo local”, frisou.
Paulo Pombolo disse que o Governo Provincial continua a desenvolver esforços no sentido de, paulatinamente, colocar iluminação pública quer nas vias rodoviárias da cidade, quer em alguns bairros da periferia, mas lamentou a falta de recursos financeiros para concretizar estas acções.
“É necessário que a energia da barragem de Capanda chegue aos demais municípios da província do Kuanza-Norte, sobretudo naqueles onde passa a rede eléctrica do referido projecto”, referiu.

Tempo

Multimédia