Províncias

Governador anuncia reabilitação do troço

Nicodemos Paulo |Buengas

As obras de reabilitação da estrada Sanza Pombo/Buengas começam nos próximos dias, revelou na vila municipal dos Buengas, 250 quilómetros da sede provincial, o governador do Uíge.

Muitas infra-estruturas estão a ser construídas para melhorar o nível de vida da população
Fotografia: Nicodemnos Paulo| buengas

As obras de reabilitação da estrada Sanza Pombo/Buengas começam nos próximos dias, revelou na vila municipal dos Buengas, 250 quilómetros da sede provincial, o governador do Uíge.
Paulo Pombolo, que falava no decorrer do acto provincial alusivo àscomemorações do 4 de Fevereiro, acrescentou que a via, depois de reabilitada, permite a circulação de pessoas e bens e relançar o desenvolvimento do município.
O governador afirmou que a região dos Buengas é grande produtora de café e de outros produtos como a jinguba, gergelim e pevide, que, no passado, contribuíram para o desenvolvimento da província.
“É urgente facilitar o escoamento destes produtos com a reabilitação das vias primárias, secundárias e terciárias. Estas vias são de grande utilidade para a economia da província”, reforçou o governante.
O governador Paulo Pombolo anunciou para breve o arranque das obras de ampliação da rede escolar e sanitária do município, além da construção de 200 casas económicas na vila municipal.
O governador afirmou que as 200 casas acolhem os professores, médicos e outros funcionários públicos da localidade. “Já temos tudo preparado para darmos início à empreitada. Por isso, pedimos paciência e maior colaboração da população, para que tudo corra bem”, apelou. O pároco da Missão dos Buengas, padre Ramos Lutumba, afirmou que a  reabilitação das vias de acesso colocam o município na liderança da produção agrícola.
“A nossa gente é trabalhadora, porém, a falta de intercâmbio com a cidade constitui um grande entrave”, frisou o padre.
O prelado católico disse ainda que o aumento de escolas, serviços de saúde e informação actualizada, através da presença dos meios de comunicação social, como a rádio e a televisão, dão maior dignidade às populações da região.

Combate à pobreza

A aplicação do Programa Integrado de Desenvolvimento Rural e Combate à Fome e à Pobreza permitiu já a construção de quatro escolas nascomunidades de Kilulendo e Kiteca Bunga.
A aplicação permitiu ainda a construção de dois postos de saúde na comuna de Cuilo Cambozo, instalação de postes de iluminação pública e a melhoria do sistema de captação e tratamento de água.
Com uma população estimada em 88 mil habitantes, a actividade agrícola dos Buengas é assegurada por 53 associações de camponeses, cujos membros já beneficiaram do “Crédito de Campanha”, para aumento da produção, no âmbito do programa de combate à pobreza.

Tempo

Multimédia