Províncias

Governador pede unidade e coesão

Valter Gomes |Uíge

Maior conjugação de esforços, espírito de unidade, coesão e participação activa nas tarefas do Executivo foram os pedidos dirigidos na segunda-feira pelo governador do Uíge à população da comuna do Uamba, município de Sanza Pombo.

Paulo Pombolo disse que as acções demonstram a vontade e a disponibilidade do Executivo em resolver os problemas da população
Fotografia: Eunice Suzana |

Paulo Pombolo, que falava no comício realizado no âmbito das comemorações do 38º aniversário da Independência Nacional, disse ser necessária a conjugação de esforços por parte de todos, para que se possa desenvolver a província, e lembrou que a Independência trouxe inúmeros ganhos, como a liberdade e, com a paz duradoira, o desenvolvimento.
Ao destacar o programa de construção, salientou que ele levou à província dois grandes projectos habitacionais.
No bairro Quilomosso, município sede, estão a ser construídos edifícios com 4.500 apartamentos, e no Negage a centralidade vai contar com 2.500 fogos habitacionais. Está ainda em curso a construção de 200 casas em 14 dos 16 municípios da província.
Para impulsionar a actividade agrícola, os camponeses da província beneficiaram de dois programas especiais, de modo a facilitar o aumento da produção local, como o Crédito de Campanha e o Papagro.
“Estas acções demonstram a vontade e a disponibilidade do Executivo em resolver os problemas da população”, sublinhou, ao mesmo tempo que garantiu que vai ser dado maior apoio à juventude, encorajando-a a privilegiar a formação académica, técnica e profissional. “Não queremos que os jovens fiquem sem estudar, porque a formação é uma das prioridades, daí a contratação de professores e a criação de condições em termos de infra-estruturas, para que a juventude aprenda a ler e a escrever”, acrescentou.
Durante a sua permanência na localidade, o governador distribuiu viaturas todo-o-terreno aos administradores comunais do Uamba, Alfândega e do Cuilo Pombo, para que possam movimentar-se e realizar com êxito as suas actividades a nível das circunscrições. Paulo Pombolo entregou, ainda, diversos, materiais gastáveis e uma ambulância ao centro de saúde. “Com estes meios o trabalho fica cada vez mais facilitado. Agora, estamos em condições de recolher os doentes em estado grave nos respectivos locais de residência, para receberem tratamento no centro comunal ou evacuá-los para o hospital municipal de Sanza Pombo”, disse Luís Quicani, chefe do centro. As vítimas das chuvas receberam chapas de zinco, fuba de milho, óleo alimentar, massa, arroz, sabão, peixe seco, cobertores e roupa diversa e aos jovens foram dados equipamentos desportivos para o fomento do desporto na região.
A comuna do Uamba é composta por 84 aldeias e cinco regedorias, e tem uma população calculada em 29.999 habitantes.

Tempo

Multimédia