Províncias

Governo avaliou execução de acções de impacto social

Nicodemos Paulo | Uíge

O governador do Uíge, Paulo Pombolo, dirigiu na terça-feira, no salão nobre do governo provincial, uma reunião extraordinária, destinada a fazer o balanço das actividades realizadas no sector da Energia e Água, Agricultura e do Programa de Combate à Pobreza nos municípios da província.

Governador orientou os trabalhos
Fotografia: Filipe Botelho

O governador do Uíge, Paulo Pombolo, dirigiu na terça-feira, no salão nobre do governo provincial, uma reunião extraordinária, destinada a fazer o balanço das actividades realizadas no sector da Energia e Água, Agricultura e do Programa de Combate à Pobreza nos municípios da província.
O encontro, que juntou directores provinciais e administradores municipais, serviu, também, para avaliar os níveis de preparação do Fórum de Oportunidades e Negócios, a decorrer no próximo mês de Julho, no quadro das Festas da Cidade do Uíge, e o grau de cumprimento das tarefas desenvolvidas no ano passado e no primeiro trimestre deste ano, nos diversos sectores da província.
Os projectos de instalação dos sistemas de água nos municípios do Uíge, Sanza Pombo e Songo, e nas comunas de N´kamantambu, Quibokolo e Wando mereceram maior atenção dos participantes no encontro.
Paulo Pombolo reconheceu, no início da reunião, que apesar do aumento da capacidade de produção e tratamento da água, continuam a registar-se irregularidades no fornecimento de água e energia eléctrica na cidade e arredores. Para resolver a situação, o governador provincial garantiu que está em curso um projecto conjunto entre o governo local e os ministérios de tutela.
O governante avançou que vários projectos de construção de escolas, repovoamento animal, aquisição de tractores e reabilitação das vias que ligam as sedes municipais às comunidades, num total de 225 quilómetros de estrada, se encontram em execução.
Estão também em curso as obras de reabilitação da pista do aeroporto do Uíge e do troço de cinco quilómetros que liga a cidade ao bairro Condo e Benze, localidade onde
foi construído um novo edifício para o funcionamento da Universidade Kimpa Vita. O governador Pombolo afirmou a sua preocupação com a ausência constante de cédulas nas agências bancárias da província, sobretudo no Banco de Poupança e Crédito (BPC), facto que tem provocado grandes enchentes nestes estabelecimentos.

Tempo

Multimédia