Províncias

Há falta de pessoal médico

Valter Gomes | Uíge

O município do Negage, província do Uíge, necessita de pelo menos sete médicos e 120 enfermeiros, com vista à melhoria dos serviços de saúde, disse ontem ao Jornal de Angola o chefe da repartição municipal local.

Serviços de saúde são assegurados por um número reduzido de médicos e enfermeiros
Fotografia: Adolfo Dumbo

O município do Negage, província do Uíge, necessita de pelo menos sete médicos e 120 enfermeiros, com vista à melhoria dos serviços de saúde, disse ontem ao Jornal de Angola o chefe da repartição municipal local.
Júlio Tuiango afirmou que o município do Negage possui cinco médicos e 76 enfermeiros que asseguram o funcionamento do hospital e de outros 24 estabelecimentos de saúde, entre postos e centros médicos, que funcionam nas diversas localidades.
Em colaboração com a administração municipal da saúde e através dos Programas de Municipalização dos Serviços de Saúde, a repartição municipal projectou para este ano a construção de mais oito unidades sanitárias, a reabilitação do centro materno-infantil, na sede do município, bem como a ampliação e apetrechamento de alguns centros e postos já existentes. A construção de novas salas de parto nas localidades de Cangundo,Cazango e Quitua, aquisição de mais equipamentos para a fumigação das áreas onde se regista maior número de casos de paludismo e a criação de equipas de combate à malária e outras epidemias fazem parte do leque de acções definidas pela repartição local da saúde.
Segundo o responsável, a malária, a diarreia e as doenças respiratórias agudas, além das infecções na pele, são as que mais predominam na região, sobretudo nas localidades de Cozolo, Caua Capim, aldeia da Missão e Caua Grande.
O chefe da repartição municipal da saúde do Negage lembrou que o
município possui um hospital de referência, com 70 camas, que oferece serviços de pediatria, medicina geral, maternidade, cirurgia, consultas pré-natail, PAV, ortopedia, banco de urgência, entre outros.
O município do Negage integra as comunas de Quisseque e Dimuca, 27 regedorias, 82 aldeias e tem 110.225 habitantes.

Tempo

Multimédia