Províncias

Instituição promove jornadas científicas

Nicodemos Paulo e Joaquim Júnior | Uíge

Professores e estudantes das unidades orgânicas da Universidade Kimpa Vita analisaram sábado, durante a 4ª Jornada Científica, “O impacto social das novas tecnologias de informação” e “A atenção da enfermagem aos pacientes com psicose alcoólica”.

Jornada foi uma oportunidade dos discentes da instituição académica apresentarem os resultados de várias investigações
Fotografia: Filipe Botelho

A jornada foi promovida pela instituição académica em saudação ao 98º aniversário da cidade do Uíge e dos 40 anos da Independência Nacional serviu para fomentar a investigação científica, estimular a capacidade inovadora dos estudante e encorajá-los a implementar o conhecimento científico nas comunidades. Dividido em três painéis, no primeiro foram analisados assuntos relacionados com as Tecnologias de Informação e Comunicação, “A importância e os perigos das redes sociais”, “O desenvolvimento paralelo do sistema financeiro e a informática” e “A gestão de empresas ou instituições por redes informáticas”.
O segundo painel esteve reservado às ciências biomédicas, onde os estudantes de enfermagem e agronomia analisaram “O plano de acção e de cuidados diante de desastres naturais”, “O enfermeiro nas comunidades rurais onde não há médicos”, “A importância da criação e implementação do jardim botânico”, “As queimadas e seu impacto na produção agrícola e no ambiente” e “Caracterização e implicação do comércio de produtos alimentares de primeira necessidade no mercado informal (município do Uíge 2010 - 2011)”. Neste painel também se debateu “O levantamento topográfico de superfícies agrárias no campo experimental da Universidade Kimpa Vita”. O terceiro painel foi reservado a temas como “O desempenho das instituições financeiras angolanas antes e depois da independência”, “Análise e identificação dos critérios de subdesenvolvimento”, “A promoção das exportações, estratégias para a diversificação da economia”, “A ocupação ilegal de terrenos” e “Os conflitos laborais e a divulgação da cultura jurídica no seio das comunidades como promoção dos direitos humanos”.
O presidente da Associação dos Estudantes da Universidade Kimpa Vita, Dinamukueno Lando Pascal, disse que a jornada serviu como uma oportunidade para os discentes que frequentam os diferentes cursos da instituição apresentarem os resultados das suas investigações e aprenderem mais sobre matérias prementes da actualidade, dada a interacção e partilha de conhecimentos que as jornadas proporcionam.
“As jornadas são eventos fantásticos que facilitam a aprendizagem de conhecimentos diversos em pouco tempo, porque todos aprendemos ao mesmo tempo que ensinamos”, concluiu.

Curso de informática


Um grupo de 63 alunos da escola do I ciclo do ensino secundário 11 de Novembro recebeu certificados de frequência do curso de informática promovido pela Direcção dos Transportes e Telecomunicações do Uíge.
O curso de três meses foi realizado, no âmbito do projecto Ngola Digital, num contentor móvel, que esteve durante aquele tempo na Escola 11 de Novembro e tinha 28 computadores ligados à Internet, o que facilitou a aprendizagem dos alunos em matérias básicas de Informática.
A directora provincial dos Transportes e Telecomunicações, Domingas Tuiango, disse ao Jornal de Angola que o sector continua a dar respostas aos projectos dos órgãos centrais de preparação dos jovens para o uso das Tecnologias de Informação e Comunicação.

Tempo

Multimédia