Províncias

Jovens da província mostram criatividade

Joaquim Júnior | Uíge

Dezenas de jovens talentosos apresentam desde ontem, no largo da Rádio Uíge, as suas criações na área da construção civil, agro-indústria, escultura, pintura e da informática, na Feira do Inventor/criador angolano, organizada pelo Ministério da Ciência e Tecnologia.

Governador da província Paulo Pombolo e membros do governo atentos a explicação de um dos expositores da feira do inventor-criador
Fotografia: Mavitidi Mulaza

A feira, enquadrada no âmbito da Promoção da Cultura Científica e da Transformação de Tecnologias e Empreendedorismo de Base entre a População, termina hoje. Ela visa incentivar a criatividade dos inventores residentes na província.
No largo da Rádio Uíge estão expostas motorizadas com acessórios pré-fabricados, peças de olaria, materiais de laboratório artificiais, incubadoras artesanais, softwares de sistemas informáticos e muito mais.
Mantantu Francisco, professor de química, colocou à apreciação dos júris materiais didácticos para uso laboratorial, seringa vidral que serve para efectuar a titulação, medição do volume e reacção de neutralização.
O inventor apresentou uma bebida que resulta da mistura da múcua com o gengibre, para servir de suplemento alimentar. No campo sanitário, referiu, o sumo energético e rico em vitaminas pode ajudar a aliviar as inflamações e o cansaço físico. Eduardo Luvanga, engenheiro de electricidade industrial, inventou uma incubadora de ovos que facilita a produção de pintos. Explicou que o equipamento tem capacidade para chocar mais de 800 pintos, num universo de 1.080 ovos por mês e durante um período de incubação de 21 dias, a uma temperatura de 37 graus centígrados. Um dos expositores demonstrou a sua capacidade de transformar motorizadas de duas rodas em veículos de transportes adaptados aos deficientes físicos.
Os motociclos incorporam painéis solares para carregamento de bateria, moto-bomba, porta bagagens, cinto de segurança, retrovisores melhorados, volantes de viaturas e outros acessórios adicionados.
O governador do Uíge, que procedeu a abertura da Feira, disse que os projectos apresentados na prática expressam a criatividade dos expositores e isso mostra que ela pode facultar à província obras técnico-científicos credíveis e proporcionar o desenvolvimento sustentado da região.
Paulo Pombolo garantiu maior apoio às iniciativas, que mereceram aprovação dos especialistas integrados no corpo de jurados.Manuel Zangala, director provincial da Educação, Ciência e Tecnologia do Uíge, referiu que a actividade visa incentivar a capacidade criativa do homem que ama a ciência, estimular e buscar valores que possam vir a inovar a ciência e a tecnologia, para que, no futuro, muitas dessas invenções sirvam de objecto de estudo e possam servir a população.

Tempo

Multimédia