Províncias

Jovens recebem instrumentos de trabalho

Valter Gomes | Uíge

O governador Paulo Pombolo entregou no Quisseque instrumentos de trabalho e outros bens e disse que as autoridades estão empenhadas na criação de condições que visem o bem-estar da população, sobretudo da juventude.

Governador Paulo Pombolo colocou a primeira pedra para construção do futuro centro e fez a entrega na localidade de alguns bens
Fotografia: Mavitidi Mulaza|Uíge


O governador lembrou que o Executivo definiu a juventude como uma das grandes prioridades, uma vez que constitui a força motriz para a continuidade do desenvolvimento do país.
Paulo Pombolo referiu que as autoridades vão continuar a incentivar o empreendedorismo nas diversas áreas da província, tendo em conta que existem muitos cidadãos com iniciativas positivas, mas que, por falta de apoio, desistem.
Na  comuna  do Quisseque, a juventude amante do desporto, sobretudo da modalidade de futebol, recebeu bolas, camisolas, calções, meias e sapatilhas.
Paulo Pombolo entregou também bicicletas e rádios às autoridades tradicionais daquela parcela da província do Uíge.
O presidente da Associação das Autoridades Tradicionais da comuna do Quisseque, Job João Massala, disse que os meios de locomoção vão facilitar os sobas a deslocar-se para todas as aldeias e regedorias da comuna, ajudando a resolver alguns problemas das comunidades.
“Os sobas faziam longas distâncias a pé, sacrifício que fica agora para trás”, avançou o presidente da associação.
O governador deixou em posse da administração do Quisseque cerca de 250 chapas de zinco, vestuário, cobertores, calçado, óleo alimentar, arroz, fuba de milho, sabão e sal, para ajudar as famílias carentes da localidade.

Jovens satisfeitos

Panzo Alfredo, de 30 anos, e­xerce a profissão de carpinteiro há mais de dez anos. Ele faz parte de um grupo de dezenas de jovens que receberam kit completo de trabalho.
O jovem trabalha com a ajuda de três aprendizes na feitura de mobiliário diverso. Para conseguir este objectivo, Panzo enfrentava grandes dificuldades, por falta de instrumentos de trabalho à altura das exigências do mercado. Com a entrega dos meios de trabalho pelo governador Paulo Pombolo, o jovem refere que a sua oficina está em melhores condições para realizar obras de qualidade.
“Agora sinto que a produção de mobiliário na minha oficina pode aumentar, o que obriga a que mais pessoas sejam aqui integradas para aprender e resolver parte dos seus problemas”, ressaltou. Sebastião Ferreira, de 25 anos, pedreiro de profissão há oito anos, também recebeu kit. O jovem louvou o gesto do Governo, porque vai contribuir para a construção de mais residências, estabelecimentos comerciais e outras infra-estruturas na comuna.
Panzo e Sebastião e outros jovens da comuna de Quisseque, município do Negage, beneficiaram de kits de apoio ao trabalho de carpintaria e pedreira, no âmbito do Programa de Fomento do Empreendedorismo e auto-sustento das famílias locais. O centro comunal de saúde do Quisseque necessita de dois médicos e oito enfermeiros.O chefe do centro, Santos Rodrigues, disse que além dos técnicos de enfermagem, a instituição criada em 2009 também precisa de cinco trabalhadores administrativos e seis empregadas de limpeza.
O centro, que recebeu uma ambulância, funciona numa infra-estrutura provisória.

Novo centro

A administração municipal está a construir um novo centro de saúde, cujas obras caminham para a fase final, disse o responsável.
Neste momento, a comuna tem em funcionamento quatro postos de saúde, distribuídos pelas localidades de Catumbo, Pumba, Canzundo e sede comual de Quisseque.
Com a construção de um novo centro de saúde a nível da sede comunal e mais dois postos nas localidades de Quissica e Cozulo, as dificuldades de atendimento vão diminuir.

Aposta nos recursos humanos

Paulo Pombolo garantiu que no próximo concurso público do sector da Saúde, o Governo vai apostar no reforço dos recursos humanos das unidades sanitárias nas comunas.O Governo está a empreender maior dinâmica na criação dos serviços humanizados de saúde nas diversas localidades da província, com o objectivo de aproximá-los cada vez mais da população, disse Paulo Pombolo.
A comuna do Quisseque pertence ao município de Negage, possui oito aldeias, duas regedorias e uma população estimada em 21.­954 habitantes.

Tempo

Multimédia