Províncias

Lar de idosos no Uíge beneficia de donativo

Valter Gomes

O lar de acolhimento de idosos do Quituma, na província do Uíge, beneficiou de alimentos, instrumentos agrícolas e electrodomésticos, numa iniciativa da organização feminina do MPLA.

Foram entregues pela OMA bens alimentares e electrodomésticos
Fotografia: Edições Novembro |

Do donativo, entregue pela secretária nacional da Organização da Mulher Angolana (OMA), Luzia Inglês, constam bens como arroz, massa alimentar, óleo vegetal, instrumentos agrícolas e electrodo-mésticos. A ajuda enquadra-se no programa integrado de saúde, acção social e assistência jurídica às famílias rurais, da referida agremiação partidária.
Luzia Inglês defendeu a necessidade de as famílias prestarem maior atenção, cuidados e protecção à saúde e à vida dos idosos.
“O melhor lugar para garantir a longevidade e cuidados primários e pontuais da saúde dos idosos é no seio familiar, porque é lá onde deve receber calor, carinho, aconchego e verdadeiro amparo”, disse Luzia Inglês.
Considerou negativo o comportamento de muitos cidadãos que abandonam os  familiares por envelhecimento, tendo apelado à responsabilidade social dos idosos no resgate do valor da família africana e angolana, em particular.
Domingos Van-Dúnem, de 80 anos, manifestou, em nome dos idosos acomodados no lar, satisfação pelo apoio recebido. “Agradecemos pela visita e pelo apoio que nos foi dado, pensávamos que estávamos esquecidos, mas afinal de contas existem instituições que sabem e escutam o nosso grito de socorro”, expressou o idoso, em língua materna kikongo.
A directora do lar dos idosos do Quituma, Maketo Madalena Bunga, disse que o donativo chegou num momento em que o lar registava falta de alimentação.
O lar Quituma controla 38 idosos de ambos os sexos, provenientes de diferentes pontos do país e necessita de uma ambulância. As doenças mais frequentes no lar são a malária complicada, diarreia e doenças respiratórias agudas.

Tempo

Multimédia