Províncias

Líderes juvenis no Uíge adquirem competências

Valter Gomes | Uíge

Mais de cem líderes juvenis, afectos ao Conselho Provincial da Juventude (CPJ) do Uíge, estão desde segunda-feira a participar numa acção de formação sobre funções, competências e qualidades de liderança, no sentido de aperfeiçoar o perfil do líder no seio das comunidades.

Um ângulo da cidade do Uíge onde o perfil do líder nas comunidades está em análise
Fotografia: Jornal de Angola

A secretária executiva do CPJ, Luísa Quarta, disse que a acção formativa, com a duração de cinco dias, se realiza no quadro do programa das comemorações dos 96 anos da fundação da cidade do Uíge.
Durante o encontro, os participantes estão a abordar, entre outros temas, o poder da autoridade, tipos de chefia e definições, conceitos e modelos de liderança. O estudo de casos sobre os dez líderes mundiais, perfil do líder do século XXI, o perfil dos colaboradores e a estratégia certa para os liderar, consta igualmente do programa do certame.
A secretária executiva afirmou que o seminário tem como objectivo construir e formar líderes jovens atentos, flexíveis e dinâmicos em desenvolver competências nos distintos domínios inter-pessoais, do Governo e da sociedade em geral. A responsável recordou que a juventude tem a responsabilidade da manutenção efectiva da paz, respeito à pátria e dos seus dirigentes.
A formação vai também servir de ferramenta para a mudança de comportamento e a forma de liderar na vida de grupo, assim como influenciar os principais agentes da socialização.
Luísa Quarta aconselhou os jovens a não adoptarem o modelo de liderança autoritária, em que o líder impõe ordens e toma decisões isoladas, sem aceitar a opinião dos seus colaboradores, produzindo, assim, conflitos comportamentais com os demais. Nesse sentido, pediu aos jovens para serem líderes democráticos, uma vez que no contexto actual do país e da província, em particular, é visível a influência exercida por líderes idóneos.
O governador provincial do Uíge, Paulo Pombolo, afirmou que as autoridades governamentais vão continuar a apoiar a juventude em diversos aspectos, sobretudo na formação, emprego e outras acções úteis.

Tempo

Multimédia