Províncias

Magistério Primário no Uíge

Nicodemos Paulo | Uíge

A vice-governadora para o sector Político e Social do Uíge, Maria Fernandes da Silva e Silva, anunciou recentemente, no município de Ambuíla, a construção, no decorrer deste ano, de um Magistério Primário, com vista a ajudar na melhoria da qualidade dos professores.

A vice-governadora para o sector Político e Social do Uíge, Maria Fernandes da Silva e Silva, anunciou recentemente, no município de Ambuíla, a construção, no decorrer deste ano, de um Magistério Primário, com vista a ajudar na melhoria da qualidade dos professores.
De acordo com a governante, que afirmou que o sector da Educação é uma das prioridades do Governo local para o ano de 2011, garantiu que foram criadas as condições necessárias para que os professores e alunos desenvolvam o seu trabalho sem dificuldades.
A direcção da Educação tem disponíveis dez mil salas e um considerável número de professores, facto que vai permitir a entrada de mais crianças no sistema de ensino, pois a meta para este ano é atingir os 400 mil alunos matriculados, destacou.
A administradora municipal de Ambuíla, Elisa Mafuta António, referiu que, com a extensão da Reforma Educativa, no país, mais professores e escolas vão ser necessários para que se cumpram as regras pedagogicamente estabelecidas e permitir o ingresso de mais crianças em idade escolar.
O município de Ambuíla precisa de 146 salas e de, pelo menos, 40 novos professores. Caso estes problemas sejam resolvidos, a responsável acredita numa melhor e maior cobertura do sector educativo.
O secretário provincial da Associação dos Professores Angolanos (APA), Domingos Metange, pediu aos professores para que melhorem a sua prestação, tendo solicitado maior entrosamento entre a escola e a família, por ser um pressuposto básico para o sucesso do ensino e aprendizagem.

Tempo

Multimédia