Províncias

Maiores doadores são familiares dos pacientes

Joaquim Júnior | Uíge

Pelo menos 88,4 por cento das transfusões de sangue feitas nas unidades sanitárias da província do Uíge são resultantes da boa vontade ou disponibilidade manifestada pelos familiares dos doentes, revelou sexta-feira Manuel Bunga, chefe do Departamento Provincialde Saúde Pública.

Durante o ano passado, disse Manuel Bunga, foram realizadas 11.146 transfusões de sangue e as 9.856 bolsas de sangue adquiridas são resultantes de doações de familiares dos doentes que necessitavam de transfusão.
O responsável da Saúde, que falava na sessão de abertura do “Ano Solidário 2016”,  promovido pela Brigada Jovens Solidários (BJS), manifestoua sua preocupação com a fraca contribuição de pessoas voluntárias nas campanhas de doação de sangue.
O Departamento Provincial de Saúde Pública controla 645 dadores voluntários e 156 habituais e Manuel Bunga exortou a BJS a sensibilizar a população para aderir às campanhas realizadas. O chefe de departamento precisou que no Hospital Geral do Uíge são realizadas entre 40 e 50 transfusões de sangue por dia.
O secretário para a informação e marketing da BJS do Uíge, Xavier Basílio, disse que durante o ano transacto a organização realizou várias campanhas de doação de sangue.

Tempo

Multimédia