Províncias

Mais unidades hoteleiras

Nicodemos Paulo | Uíge

O director provincial do Comércio, Hotelaria e Turismo, A­braão Laurindo Silva,  afirmou que o aumento de unidades hoteleiras na província do Uíge vai incentivar o movimento turístico e diversificar a oferta de serviços na região.

Os turistas que visitam a região do Uíge deixam de ter preocupações em termos de acomodação
Fotografia: Filipe Botelho|Uíge

Abraão Laurindo Silva, que falava no final da cerimónia de inauguração de um novo complexo turístico, construído na sede provincial, aconselhou os investidores do sector a concentrarem as suas acções no interior da província, sobretudo nas localidades onde podem ser encontrados lugares e sítios com valores históricos e turísticos.
Com o melhoramento das vias intermunicipais, abrem-se mais oportunidades para que os empresários do sector apostem na expansão dos seus negócios. “Muitas vezes a falta de hospedarias desencorajam as visitas demoradas às localidades do interior da província. Mas essa situação pode ser revertida com alguma facilidade se os empresários do sector dirigirem melhor os investimentos”, disse.
O director do Comércio, Hotelaria e Turismo lembrou que u­ma das sete maravilhas do país está no município de Ambuila, localidade que não possui qualquer estrutura hoteleira, facto que desencoraja as visitas.
“Se os empresários forem ousados podem ganhar mais dinheiro ao mesmo tempo que ajudam as localidades a crescer”, disse. O administrador do Uíge, Altamiro Benjamim, ficou satisfeito com a construção da infra-estrutura, tendo considerado que vai ser útil e indispensável.
“Felizmente esta casa está fora da cidade. Isso vai fazer com que os munícipes saiam muitas vezes do ambiente convulsivo do centro para respirar um ar mais natural”.

Tempo

Multimédia