Províncias

Maternidade do Uíge tem falta de enfermeiros

A maternidade do Hospital Geral do Uíge necessita de pelo menos 90 novos enfermeiros para dar resposta ao número de parturientes que acorrem àquela unidade sanitária, informou na sexta-feira a chefe da secção de ginecologia e internamento, Ilda Fernando Tombo.

A maternidade do Hospital Geral do Uíge necessita de pelo menos 90 novos enfermeiros para dar resposta ao número de parturientes que acorrem àquela unidade sanitária, informou na sexta-feira a chefe da secção de ginecologia e internamento, Ilda Fernando Tombo.
A responsável, que revelou o facto durante a visita de membros da Organização da Mulher Angolana (OMA), disse que a unidade conta apenas com seis médicos de especialidade e 60 enfermeiros, números insuficientes para fazer face à procura.
A chefe de secção de ginecologia e internamento referiu que a maternidade tem capacidade de 25 camas na sala de partos e 32 na área de internamentos e realiza, em média, 30 partos.
No primeiro semestre deste ano,a maternidade do hospital do Uíge registou 5.876 partos, dos quais 340 por cesariana.

Tempo

Multimédia