Províncias

Melhoradas condições nas escolas

Nicodemos Paulo | Uíge

Os melhores alunos das escolas do segundo ciclo da província do Uíge foram distinguidos com diplomas de mérito pelo Governo Provincial, no acto que marcou o encerramento do ano lectivo de 2014.

Educação tem registado um crescimento notável em função dos investimentos feitos
Fotografia: Jornal de Angola

A vice-governadora do Uíge para o sector político e social, Maria Fernandes da Silva, e fez a entrega dos prémios aos alunos finalistas e disse que o sucesso no ensino garante o desenvolvimento do país e assegura as transformações políticas, culturais e económicas.
Maria Fernandes da Silva recordou que nenhum povo alcança níveis de crescimento elevados sem apostar no sector da Educação. O Governo vai continuar a melhorar as condições de trabalho dos professores e alunos, através da construção de escolas modernas em todas as comunidades.
Desde o ano passado, disse, o sector tem registado um crescimento notável com a construção de 40 novas escolas nos 16 municípios da província, devidamente apetrechadas com material informático e equipadas com geradores de electricidade de grande potência.
Para assegurar a qualidade do ensino, este ano os directores e inspectores municipais da educação receberam viaturas com tracção às quatro rodas, condições indispensáveis para que o sector funcione na sua plenitude.
Apesar de considerar positivo o trabalho desenvolvido este ano na Educação, a vice-governadora reconheceu que o sector ainda tem algumas dificuldades, uma vez que mais de duas mil crianças estão fora do sistema do ensino, daí a necessidade da construção de mais escolas.
O Governo Provincial continua apostado na criação de condições para a melhoria do ensino na região. Na província, 1.­275 escolas com 6.537 salas vão funcionar no próximo ano, para permitir que 553.700 alunos estejam matriculadas e estudem em boas condições.
O sector Educação vai a ser reforçado com mais de 500 novos professores. Relativamente ao ano lectivo de 2014, foram matriculados 457.948 alunos nos diferentes níveis do ensino, cujas aulas foram asseguradas por 14.­545 professores, distribuídos em 1.­223 escolas, sendo 1.139 escolas primárias, 47 escolas do primeiro ciclo e 27 do segundo ciclo, num total de 6.033 salas.
Na cerimónia, foram também agraciados alguns directores de escolas e professores, com diplomas de mérito, pelo empenho e dedicação demonstrado no exercício das suas actividades.

Tempo

Multimédia