Províncias

Milhares de alunos estudam em boas condições

Valter Gomes |Uíge

O sector da Educação no município de Quimbele foi reforçado, com entrada em funcionamento de uma nova escola com 12 salas, o que permitiu a inclusão de mil alunos, da iniciação à nona classe. 

Jovens encorajados a continuarem a apostar na formação académica por ser a única maneira de contribuirem para o bem-estar das famílias
Fotografia: Mavitidi Mulaza|Uíge


Construída no âmbito do Programa de Desenvolvimento Rural e de Combate à Pobreza, a escola tem gabinetes, secretaria-geral, sala de reuniões, balneários e um espaço de recreio. Numa mensagem lida pelo aluno Daniel Paulo, a comunidade escolar disse que chegou o fim do sofrimento, recordando que muitas vezes os alunos eram obrigados a interromper as aulas, em consequência das fortes chuvas que se abatem sobre a região. “Estamos muito satisfeitos com as acções do Executivo, sobretudo na melhoria das condições de acomodação, ensino e a­prendizagem”, disse.
O governador da província do Uíge, Paulo Pombolo, que inaugurou a escola, pediu aos alunos para darem o melhor de si para que o Quimbele possa, no futuro, conhecer um grande desenvolvimento.
“É preciso que os alunos se empenhem ao máximo para obterem  resultados satisfatórios. Cada um deve dar o melhor para ajudar no sustento das famílias e ter um emprego”, disse.
 Paulo Pombolo encorajou os estudantes do município a continuarem a apostar na formação técnica, profissional e académica, por ser a única maneira de contribuir para o bem-estar das famílias e para o desenvolvimento da província.
O Executivo, disse o governador, continua empenhado na melhoria das condições de aprendizagem dos alunos, sobretudo no aumento de salas e professores, aquisição e distribuição de material didáctico.
O director da Repartição Municipal da Educação no Quimbele, José Gabriel, reconheceu os esforços do governo da província na solução dos problemas sociais, considerando a nova escola um grande ganho para os estudantes do município que não tinham como dar continuidade aos estudos por falta de salas.
“Boa parte dos alunos que terminavam o ensino primário tinha dificuldade de continuar estudos porque existiam poucas salas. Por isso, estamos todos satisfeitos e prometemos conservar o património para que também sirva as outras gerações”, precisou.
Com inauguração desta escola, o município passou a contar com 121 escolas, dos quais uma do primeiro ciclo e outra do segundo, o que permite maior absorção de alunos no sistema do ensino.Para o presente ano lectivo, foram matriculados 39.999 alunos e as aulas são asseguradas por mil professores, distribuídos nas diversas localidades do município.

Jovens têm ferramentas

Jovens empreendedores do município Quimbele e técnicos formados nas áreas de carpintaria, alvenaria, electricidade e corte e costura receberam de motorizadas e ferramentas profissionais, equipamentos que vão permitir o desenvolvimento das suas actividades. Bengui Martins António, 26 anos, carpinteiro de profissão, ficou satisfeito pelo apoio que recebeu do Governo Provincial. O jovem disse que o equipamento vai ajudá-lo a intensificar as suas actividades, sobretudo no fabrico de mobílias, portas e janelas. O município do Quimbele está situado 290 quilómetros a Nordeste da cidade do Uíge. Tem as comunas de Icoca, Cuango e Alto Zaza, mais de 200 aldeias e uma população de 300 mil habitantes.

Tempo

Multimédia