Províncias

Milhares de bilhetes emitidos no Uíge

António Capitão | Uíge

A secção de Identificação Civil e Criminal dos Serviços Integrados de Atendimento ao Cidadão no Uíge (SIAC) emitiu 11.415 Bilhetes de Identidade de Janeiro a Junho do corrente ano. No mesmo período foram registadas 428 crianças, dos zero aos 13 anos, segundo o coordenador provincial do SIAC.

Celeridade no atendimento está a permitir que milhares de angolanos consigam tirar os Bilhetes de Identidade na província do Uíge
Fotografia: Filipe Botelho | Uíge

Justino Lucas disse que o número de documentos emitidos se deve à celeridade empreendida pelos funcionários deste sector na recolha, análise e triagem dos documentos dos solicitantes, assim como na inserção dos dados do Arquivo Nacional de Identificação Civil, para atribuição do número identificativo e a respectiva impressão digital.
“O atraso na entrega dos Bilhetes de Identidade aos requerentes não é uma constante nos nossos serviços, embora tenham sido notificados alguns casos provocados pela complexidade e conectividade com o sistema ou pela identificação de dados semelhantes na base de dados do Arquivo Nacional de Identificação Civil, que obriga a uma maior avaliação da documentação, para se evitar a emissão de documentos repetidos”, disse.
Ainda durante o primeiro semestre deste ano, prosseguiu o responsável, os Serviços do Instituto Nacional de Estatística atenderam 248 pessoas que solicitaram certificados de registo estatístico para formalização das suas empresas. Na secção de Viação e Trânsito foram atendidos 886 indivíduos que renovaram as suas cartas de condução, pagaram multas, inspeccionaram viaturas e trataram livretes ou renovaram os verbetes provisórios das viaturas.
No SIAC, os Serviços de Segurança Social atenderam 105 cidadãos que inscreveram as suas empresas e trabalhadores para as providências de reforma na velhice, reforma antecipada, sobrevivência e abono de velhice, subsídios de maternidade, morte, funeral e abono de família.
Justino Lucas referiu que pelo menos 394 pessoas utilizaram os serviços da Imprensa Nacional para publicarem as escrituras das suas empresas no Diário da República.
No total, de acordo com a estatística geral do semestre, o SIAC atendeu 153.054 pessoas, das quais 22.455 foram atendidas na área dos serviços públicos e 130.599 no sector dos privados, que abarca as agências bancárias e as seguradoras. “Esses números colocam-nos na segunda posição em termos de produção dos SIAC instalados no país, depois dos serviços de Talatona, em Luanda”, destacou o responsável. Em média, o SIAC do Uíge atende entre 350 e 400 pessoas por dia.

Muita afluência

O coordenador do SIAC do Uíge disse que a afluência de cidadãos oriundos de todas as partes da província e do país, naquela instituição, continua a crescer significativamente.
No mês de Junho, disse que foram atendidas 3.317 pessoas e no mês seguinte o número de pessoas atendidas cresceu para 4.003, cerca de 17,1 por cento. Justino Lucas referiu que a maior parte dos serviços instalados na instituição funciona sem sobressaltos, com excepção da secção de Registo Predial e Automóvel. Estão disponíveis os serviços de Registo Civil, Viação e Trânsito, Identificação Civil e Criminal, Repartição Fiscal, Instituto Nacional de Estatística (INE), Cartório, Agências de Seguro, Agências Bancárias e a Imprensa Nacional.
“Já temos um especialista formado para assegurar o funcionamento dos serviços de Registo Predial nos próximos dias no SIAC”, disse o responsável, acrescentando que a instituição evidencia esforços para que a área do Registo Automóvel entre também em funcionamento.

Tempo

Multimédia