Províncias

Milhares de crianças no Soyo são vacinadas contra a pólio

Jaquelino Figueiredo| Soyo

O director da repartição de Saúde do município do Soyo, Pedro Lusukamu, disse quarta-feira, ao Jornal de Angola, que 37.445 crianças, dos zero aos cinco anos, foram vacinadas contra a paralisia flácida aguda, vulgo poliomielite, de 14 a 16 do corrente mês.

Vacinação obteve resultados satisfatórios
Fotografia: Maria Augusta

 Pedro Lusukamu disse que, apesar de não ter sido atingida a meta preconizada (44.863 crianças), a primeira fase da campanha de vacinação de 2015, que permitiu vacinar 37.445, foi considerada positiva.
Pedro Lusukamu aponta as férias escolares, que levaram os pais ou tutores a viajarem com os seus filhos, bem como o facto de algumas famílias residirem em zonas rurais, por causa da época de cultivo de feijão, como factores que fizeram com que os objectivos não fossem alcançados.
Outro factor apontado pelo responsável da Saúde no Soyo tem a ver com a rejeição de alguns pais em vacinar os filhos. “Lamentamos a atitude de alguns pais que a dada altura criaram impasses aos vacinadores, rejeitando a vacina para os seus filhos, o que obrigou-nos a recorrer às forças policiais, mas há quem ficou por vacinar. A este comportamento, associa-se também a falta de sensibilização por parte de algumas igrejas aos seus fiéis, para que aderissem à vacinação”, disse Pedro Lusukamu. O director da repartição da Saúde do Soyo acredita que, com a repescagem em curso, até ao próximo fim-de-semana, seja ultrapassado o indicador inicial de 37.445 crianças menores de cinco anos vacinadas.
Foram criadas 125 equipas, constituídas por vacinadores, supervisores e coordenadores, que se desdobraram em nove áreas estabelecidas em todo o município, durante a primeira fase da campanha deste ano.

Tempo

Multimédia