Províncias

Minars dá apoio a carentes

O Ministério de Assistência e Reinserção Social (Minars) apoiou, com bens da primeira necessidade, de Janeiro a Outubro, no município de Mucaba, no Norte da capital do Uíje, mais de 130 pessoas, entre elas deficientes físicos, idosos e crianças órfãs.

O Ministério de Assistência e Reinserção Social (Minars) apoiou, com bens da primeira necessidade, de Janeiro a Outubro, no município de Mucaba, no Norte da capital do Uíje, mais de 130 pessoas, entre elas deficientes físicos, idosos e crianças órfãs.
A informação foi prestada sexta-feira à Angop, pelo responsável do sector na circunscrição, Domingos Miguel Zebedeu. Explicou que, das mais de 130 pessoas que receberam apoio, 88 são carentes, 20 deficientes físicos, seis realojados e 17 crianças órfãs.
Os beneficiários receberam do Minars arroz, óleo alimentar, sal de cozinha, feijão e outros produtos. “Ainda há casos pendentes que não conseguimos resolver, por não termos possibilidades”.
Entre os casos, referiu as casas destruídas pelas chuvas que se abateram sobre a localidade, nos primeiros meses deste ano.
Segundo o responsável, vão ser entregues a jovens desempregados do município kits de ferramentas de carpintaria, corte e costura, mecânica, serralharia, barbearia, agricultura e outros.
Realçou, por outro lado, que o Minars local criou recentemente dois centros infantis comunitários, nas localidades de Quixona, que alberga 244 crianças, e Caondo, que acolhe 95.
Com vista a incentivar a prática do artesanato, foram criados centros comunitários, nas localidades de Quipemba e Quizoa, onde 807 idosos e 312 deficientes físicos exercem actividade.

Tempo

Multimédia