Províncias

Mucaba com reforço de professores

Quarenta e sete novos professores do ensino primário e I ciclo foram enquadrados, há dias, na área municipal da Educação de Mucaba, 60 quilómetros a Norte da cidade capital da província do Uíje, com vista a colmatar a carência neste domínio, soube a Angop.

Quarenta e sete novos professores do ensino primário e I ciclo foram enquadrados, há dias, na área municipal da Educação de Mucaba, 60 quilómetros a Norte da cidade capital da província do Uíje, com vista a colmatar a carência neste domínio, soube a Angop.
O chefe do sector municipal de Educação em Mucaba, João Moniz, disse que a maior parte dos novos professores está a ser colocada na comuna do Uando Mucaba, onde se regista escassez desses quadros, enquanto que os restantes vão ser enquadrados noutras localidades com os mesmos problemas.
Assegurou que o número continua a ser insuficiente, atendendo a extensão do município e as novas salas de aula que estão a ser erguidas em quase todas as localidades.
“Os novos professores com que o município beneficiou continuam a ser insuficientes, porque, em cada dia, há sempre uma criança que completa a idade escolar”, explicou. Deu a conhecer que no próximo ano lectivo a ONG Ajuda de Desenvolvimento de Povo para Povo (ADPP) vai colocar, no  município, dez professores que são controlados administrativamente pela sua direcção e pedagogicamente pela área municipal da Educação.
O chefe do sector municipal de Educação do MucabaJoão Moniz ressaltou ser necessário a colocação de 19 novos professores naquele estabelecimento de ensino, com o nível de bacharelato ou licenciatura, para dispensar os 10 colaboradores. Sublinhou estarem em construção 10 novas salas de aula na sede municipal, para albergar os alunos do II ciclo do ensino secundário, adiantando que a escola onde os mesmos estudam pertence à Igreja Católica, que já solicitou à direcção da escola a sua devolução no próximo ano lectivo.
O sector municipal da Educação do Mucaba matriculou no presente ano lectivo 10.255 alunos de todos níveis de ensino, sendo orientados por mais de 400 professores, dos quais 280 são do II ciclo do ensino secundário.

Tempo

Multimédia