Províncias

Muitas crianças e adultos sem registo de nascimento

António Capitão | Uíge

Muitas crianças e adultos do Uíge continuam sem registo de nascimento, numa altura em que decorre em todo o país registo gratuito dos cidadãos nacionais em todo país, disse em conferência de imprensa o delegado provincial da Justiça.

Maternidades da província do Uíge passam a ter serviços de registo de nascimento
Fotografia: Mavitidi Mulaza | Uíge

Miguel Cutoca afirmou estar preocupado com a situação, que faz que muitas crianças fiquem fora do sistema normal de ensino e que adultos tenham dificuldade em conseguir emprego. O delegado provincial referiu que para tentar resolver o problema vão ser feitos registos nas maternidades e centros de saúde e realizadas campanhas sobre a importância das pessoas se registarem.  
O registo de nascimento de crianças e adultos que o façam pela  primeira vez, lembrou, é gratuito.
Miguel Cutoca apelou à denúncia dos funcionários do sector que cobram dinheiro para a formalização do processo.
O delegado da Justiça exortou ainda as famílias que registem os óbito dos familiares, para facilitar o processo de actualização dos dados estatísticos demográficos.

Tempo

Multimédia