Províncias

Município com mais água e energia

Valter Gomes | Damba

Os habitantes na sede municipal da Damba, província do Uíge, passaram a consumir água potável, tal como as restantes zonas adstrita ao município, no âmbito do Programa do Executivo “Água para Todos”, em curso no país.

Na comuna do Nsosso foi instalado um sistema de abastecimento de água e de iluminação pública através de painéis solares e gerador
Fotografia: Filipe Botelho

Os habitantes na sede municipal da Damba, província do Uíge, passaram a consumir água potável, tal como as restantes zonas adstrita ao município, no âmbito do Programa do Executivo “Água para Todos”, em curso no país.
Maria Cavungo, administradora municipal da Damba, disse ao Jornal de Angola que para melhorar o abastecimento, estão em curso obras de ampliação da rede de distribuição de água.
O programa do Executivo, explicou, está a permitir a instalação de novos sistemas para abastecer as comunas, regedorias e aldeias do município.
Relativamente à energia eléctrica, a responsável disse que o município possui dois grupos geradores com capacidade para 600 e 300 kva, que fornecem energia eléctrica às habitações localizadas na sede municipal, estabelecimentos comerciais e instituições públicas. “Infelizmente, a energia que consumimos não tem sido suficiente para atender a procura de moradores interessados”.
Para resolver a situação e evitar gastos avultados em lubrificantes e combustível, a administração esta a trabalhar com o Governo Provincial para a resolução do caso.

Comuna Nsosso


Na comuna do Nsosso foi instalado um sistema de iluminação pública, através de painéis solares e um grupo gerador que fornece energia às residências. Nsosso é uma das localidades onde o Executivo recuperou várias infra-estruturas sociais e económicas destruídas durante o conflito armado. A localidade passou a dispor, no ano passado, de um sistema de captação, tratamento e abastecimento de água potável, que abrange milhares de cidadãos residentes.
A administradora municipal referiu que um outro ganho que está a contribuir para o bem-estar da comunidade e a desenvolver a região tem a ver com a reabilitação das vias de acesso.
A ligação com a sede provincial é agora feita em duas horas, numa estrada completamente reabilitado e asfaltada.  “A reabilitação e asfaltagem da estrada principal que liga a capital da província à sede do município da Damba, que se encontrava num estado avançado de degradação, está a permitir que muitos empresários e jovens empreendedores invistam nos mais variados sectores”,
Para se atingir a meta desejada para o desenvolvimento da região, a administração municipal projectou várias acções, como a reabilitação das vias secundárias e terciárias que ligam a sede do município às comunas do Lêmboa, Nkama Ntambo e Mpete Nkusso, para que sejam minimizadas as dificuldades que a população destas regiões enfrenta, sobretudo em relação ao escoamento dos produtos cultivados.
A construção de novas instalações para a administração comunal do Nkama Ntambo, residências para os funcionários, construção dos sistemas de abastecimento de água, construção de 50 casas evolutivas na sede municipal, campos polidesportivos, cantinas escolares, reabilitação do campo multiusos e dos centros Infantis Comunitários, fazem parte do programa imediato de acções a serem realizadas ainda este ano. O município da Damba localiza-se a 197 quilómetros a Norte da cidade do Uíge.

Tempo

Multimédia