Províncias

Novos professores formados no Negage

Nicodemos Paulo | Negage

O sector da Educação no Uíge dispõe, desde terça-feira, de mais 85 professores formados na Escola de Professores do Futuro (EPF) do Negage, com o apoio da Organização Não-Governamental Ajuda de Povo para Povo (ADPP).

Professor do ensino secundário em plena actividade
Fotografia: Jornal de Angola

O sector da Educação no Uíge dispõe, desde terça-feira, de mais 85 professores formados na Escola de Professores do Futuro (EPF) do Negage, com o apoio da Organização Não-Governamental Ajuda de Povo para Povo (ADPP).
De acordo com a directora da escola, Mpaca Garcia João, os novos docentes aprenderam técnicas pedagógicas e didácticas dirigidas para o ensino primário, além de terem recebido uma formação específica para exercerem em regiões rurais e elaborarem projectos de impacto social nas comunidades.
“Os nossos professores são agentes de desenvolvimento comunitário e dotados de um grande sentido filantrópico, pois encaram a arte de educar como a melhor via para a construção do futuro de muitos petizes”, explicou Mpaca Garcia João.
Maria Macieira, chefe do departamento da Educação, Ciência e Tecnologia, enalteceu o contributo da ADPP na formação de professores para as zonas rurais e no combate ao analfabetismo.
 “A ADPP tem demonstrado ser um parceiro do Estado na formação de professores, autênticos assistentes sociais nas zonas rurais. Por isso, agradecemos o vosso esforço nesta enorme tarefa”, sublinhou.
A escola possui 40 dormitórios, dez salas de aula e uma biblioteca.

Tempo

Multimédia