Províncias

Núncio apostólico em Mbanza Congo

VÍCTOR MAYALA | Mbanza Congo

O núncio apostólico em Angola, Dom Novatus Rwugambua, encontra-se desde ontem na província do Zaire, para uma visita de 12 dias, durante a qual vai desenvolver um vasto programa de actividades ligadas à vida da Igreja na região.

Dom Novatus Rwugambua leva mensagem de fé e esperança à comunidade católica local
Fotografia: Adolfo Dumbo

À chegada a Mbanza Congo, o núncio apostólico foi recebido pela vice-governadora do Zaire para a Área Técnica e Infra-estruturas, Ângela Diogo, pelo administrador municipal adjunto de Mbanza Congo, Henriques Kialanda Luzolo, e pelo bispo da diocese local, D. Vicente Carlos Kiaziku. Ao aeroporto local, acorreram também centenas de fiéis que quiseram dar saudações de boas-vindas a Dom Rwugambua.
O representante do Santo Padre em Angola começou por visitar o cemitério dos reis do Congo e o Kulumbimbi, primeira igreja católica construída na África a sul do Sahara, local onde repousam os restos mortais do primeiro bispo da diocese de Mbanza Congo, Dom Afonso Teca, tendo rendido homenagem diante do seu túmulo e depositado uma coroa de flores.
Dom Novatus Rwugambua disse que a sua visita a Mbanza Congo serve para “partilhar com os fiéis locais as alegrias e frutos da Páscoa, que simboliza a ressurreição de Nosso Senhor Jesus Cristo”.
“A mensagem que tenho para vós não é outra senão o anúncio de que Jesus ressuscitou verdadeiramente. Quero convosco partilhar a maior certeza da história da humanidade, que é a ressurreição de Jesus”, disse, salientando que Jesus aceitou sofrer e morrer e ressuscitou para restituir ao homem a sua verdadeira dignidade.
O programa de actividades de Dom Novatus Rwugambua prevê um encontro de cortesia com o governador provincial do Zaire, José Joanes André, além de deslocações aos municípios do Tomboco, Nzeto, Kuimba e Soyo, onde deve igualmente comungar momentos de solenidade com a comunidade católica ali residente.

Tempo

Multimédia