Províncias

Núncio Apostólico visita fiéis católicos no Uíge

Nicodemos Paulo| Uíge

O Núncio Apostólico em Angola, Dom Novatus Rugambua, exortou ontem, na cidade do Uíge, os fiéis católicos a permanecerem firmes no evangelho, preservando os princípios religiosos, morais e sociais, para manter sempre viva a palavra de Cristo.

D. Novatus Rugambua pediu aos fiéis maior valorização dos dons recebidos no baptismo
Fotografia: Manuel Distinto | Uíge

O Núncio Apostólico em Angola, Dom Novatus Rugambua, exortou ontem, na cidade do Uíge, os fiéis católicos a permanecerem firmes no evangelho, preservando os princípios religiosos, morais e sociais, para manter sempre viva a palavra de Cristo.
O prelado, que se encontra na cidade do Uíge desde quinta-feira, presidindo a eucaristia na Paróquia da Sé Catedral, referiu que o mundo apresenta cada vez mais ocasiões para os homens se afastarem de Deus, “porque as tentações materiais são tantas que parecem puras e verdadeiras e por isso irmãos, sede fortes, acreditai na oração buscando sempre o divino com sacrifício e paciência”. 
Exortou os padres e madres a manterem um posicionamento social que reflicta a imagem e a missão de Cristo num mundo cada vez mais agitado pelos conflitos políticos, militares e culturais.
“É preciso posicionarem-se correctamente, mas isto só é possível através da oração que alimenta os nossos corações”.  
Aos fiéis, D. Novatus Rugambua pediu maior valorização dos dons recebidos no baptismo. “Caríssimos, temos que colocar os nossos dons ao serviço da comunidade, amando a Deus na pessoa do próximo”. O representante do Papa Bento XVI em Angola chegou ao Uíge na quinta-feira para saudar as comunidades e fortalecer a aproximação dos cristãos católicos com o Santo Padre.
No mesmo dia, Dom Novatus Rugambua foi recebido pelo governador provincial, Paulo Pombolo, no salão nobre do governo.
À entrada da casa diocesana, o bispo, padres, madres e uma multidão de fiéis católicos saudaram a chegada do embaixador do Vaticano em Angola.
O Núncio Apostólico disse na ocasião que a recepção que teve manifesta a fé viva e poderosa da Igreja Católica no Uíge.
Novatus Rugambua referiu que é dever da Igreja defender e promover os valores morais da família e solidarizar-se com as dificuldades que ela enfrenta. “Por isso, vamos incidir a nossa mensagem nas famílias cristãs, para que elas mantenham vínculos com a Santa Igreja”, frisou.O programa de visitas do embaixador do Vaticano reserva encontros com os sacerdotes, seminaristas e alguns movimentos religiosos, como Ajuda Mútua, Carismáticos e a PROMAICA, que é o maior movimento feminino da Igreja Católica.
 Esta tarde, Novatus Rugambua desloca-se ao município da Damba, onde celebra amanhã, Domingo, uma missa de acção de graças, depois da realização de um encontro de trabalho com os missionários dos municípios do Bungo e Maquela do Zombo.

Tempo

Multimédia