Províncias

Obras da Escola Superior Politécnica concluídas em Abril do próximo ano

António Capitão | Uíge

As obras do futuro edifício da Escola Superior Politécnica do Uíge (ESPU), afecta à Universidade Kimpa Vita, na localidade de Quilumosso, terminam em Abril do próximo ano, anunciou a directora da instituição académica.

As obras do futuro edifício da Escola Superior Politécnica do Uíge (ESPU), afecta à Universidade Kimpa Vita, na localidade de Quilumosso, terminam em Abril do próximo ano, anunciou a directora da instituição académica.
Mária de Fátima, que falava no termo de uma visita efectuada por docentes da instituição, para constatar o grau de execução da obra, referiu que a construção caminha a todo o vapor.
A responsável afirmou que a entrada em funcionamento da nova infra-estrutura vai permitir que mais candidatos tenham oportunidade de ingressar no ensino superior a nível da região.
Para a directora, a nova escola pode igualmente melhorar e dignificar o trabalho dos docentes e as condições de aprendizagem dos discentes.
Maria de Fátima revelou que, após a conclusão das obras, no próximo ano, os cursos de Contabilidade e Gestão, Informática de Gestão, Agronomia, Enfermagem e Direito, até agora ministrados em salas provisórias, vão ser transferidos para aquela infra-estrutura, onde se prevê a instalação de equipamentos de última geração e adaptados aos novos métodos de ensino e investigação. A académica lamentou o facto de, por falta de mais salas, muitos estudantes terem ficado de fora, no presente ano lectivo, situação a ser colmatada com a entrada em funcionamento da nova escola.
Segundo Maria de Fátima, actualmente, estão matriculados apenas 1.114 estudantes nos diversos cursos do primeiro ao quarto ano, devido à insuficiência de salas. No próximo ano, com mais 30 salas, o número de discentes pode ultrapassar os 2.000.
A par destes ganhos, a responsável anunciou que está prevista a introdução dos cursos de Medicina e Veterinária, em 2013, com vista a proporcionar à população local e de outras províncias mais opções de formação para o nível superior.

Primeiros licenciados

A directora da Escola Superior Politécnica do Uíge anunciou o lançamento, no próximo ano, dos primeiros 180 licenciados em Contabilidade e Gestão e Informática de Gestão.
Maria de Fátima considerou de satisfatório o nível de aproveitamento dos finalistas e acredita no sucesso destes estudantes do ciclo formativo, iniciado em 2005.
“A maior parte dos estudantes do quarto ano de Contabilidade e Gestão e Informática de Gestão já defenderam os trabalhos de fim do curso para o grau de bacharelato”, disse, para adiantar que os mesmos estão apenas a concluir o segundo ciclo.

Jornadas científicas

No âmbito das comemorações do Dia da Independência Nacional, a ESPU realizou um ciclo de palestras subordinadas aos temas “A contabilidade como factor de desenvolvimento económico de um país” e “O papel da rede de computadores e bases de dados na organização da informação numa empresa”.
O primeiro tema foi dissertado pelo docente da disciplina de Contabilidade, Masidivingui Nlando, que defendeu uma contabilidade organizada e a transparência das informações contabilísticas nas empresas, para a tomada de decisões antecipadas, visando controlar os riscos e perspectivar o aumento da produção e a ascensão das micro para macro empresas. “Quando o sistema de contabilidade e as suas informações obedecem a uma melhor organização nas micro empresas, os seus gestores conseguem fazer a análise sobre a situação financeira das mesmas”, disse.

Tempo

Multimédia