Províncias

Obras melhoram imagem do Bairro Popular

António Capitão | Uíge

O Bairro Popular nº1, na cidade do Uíge, apresenta uma nova imagem. As ruas que antes estavam esburacadas têm agora novo asfalto. Nos passeios, o velho pavimento de argamassa foi substituído por uma calçada de blocos de fibrocimento.

Neste momento, a localidade beneficia da instalação de uma nova rede de distribuição de água, enquanto decorrem trabalhos de melhoria no fornecimento de energia eléctrica. 
O sistema de iluminação pública está a ser reabilitado, para melhorar a circulação nocturna. O bairro beneficia agora de uma nova sinalização vertical nas ruas, para depois serem traçados os sinais horizontais no pavimento, para melhor orientar o trânsito. 
Domingos Elizeu, 75 anos, é morador desde 1976 e ocupa a função de regedor desde 1995. A autoridade tradicional disse à reportagem do Jornal de Angola que o bairro foi construído por antigos funcionários da Câmara Municipal, Domingos Candade, Barros e Esteves. Este último foi o empreiteiro na construção da Escola Primária nº 323.
“Na era colonial, o Bairro Popular era bastante conhecido. Viveu aqui o antigo governador do distrito do Uíge, Rebocho Vaz. Depois da proclamação da Independência Nacional, o conflito armado impediu o desenvolvimento e o bairro ficou bastante degradado. Depois de alcançada a paz, em 2002, o progresso retomou e hoje muita coisa está a ser feita”, disse.
O mais velho João Dito, outra personalidade bem conhecida na região, mora no Bairro Popular desde 1968. “Antes eu vivia numa casa alugada, na rua - B. Mas agora já tenho residência fixa na rua D”, disse.
“Depois de 1998 as infra-estruturas começaram a degradar-se por falta de manutenção. No ano passado houve um trabalho intenso que permitiu que hoje o bairro retomasse o seu estatuto. As estradas estão todas asfaltadas, lancis substituídos por novos e os passeios mais modernizados. O sistema de iluminação pública está a ser reabilitado e aguardamos apenas o início do abastecimento de água a partir da nova rede de distribuição construída”, disse.

Mais água potável />
Os trabalhos de instalação da nova rede de distribuição de água na cidade do Uíge decorrem há mais de dois anos. O projecto prevê a instalação de nove mil novas ligações domiciliárias. Para tal, a empresa contratada viu-se obrigada a abrir buracos e valas para enterrar as condutas plásticas e caixas de derivação.
O regedor do Bairro Popular nº1, Domingos Eliseu, sublinhou que apesar dos trabalhos de colocação da nova rede de transporte e distribuição de água estarem já concluídos, em algumas ruas da localidade os buracos feitos no asfalto continuam abertos, provocando sérios embaraços na circulação rodoviária”, lamentou.
“O Popular já foi um bairro de luxo e parece-me que tudo está a ser feito para que o mesmo volte a ser o que era no passado. Aqui viveu a maior parte dos comissários e governadores do período pós-Independência, como é o caso de Zeferino Estêvão Juliana, Cananito Alexandre, Cordeiro Ernesto Nzakundomba e tantos outros oficias generais, que hoje dirigem as Forças Armadas Angolanas, como Marques Correia Banza, Gouveia João de Sá Miranda e Manuel Hilário dos Santos”, lembrou.

Acesso aos serviços

A reabilitação das ruas do Bairro Popular e de outras infra-estruturas, além de devolverem a beleza ao bairro estão também a facilitar o acesso às instituições públicas que funcionam na localidade. “Os taxistas não aceitavam circular em algumas ruas que se encontravam com níveis acentuados de degradação”, referiu a autoridade tradicional.
No bairro está localizada a Escola 11 de Novembro do I e II ciclo e a Escola do Ensino Primário nº 323, a Reitoria da Universidade Kimpa Vita, o Comando Provincial da Polícia Nacional, o Instituto Nacional de Segurança Social (INSS), entre outras instituições.

Tempo

Multimédia