Províncias

Pessoas com deficiência abrem pequenos negócios

Joaquim Júnior | Bungo

Os programas para a criação de emprego e rendimentos destinados aos deficientes físicos no Uíge começam a dar resultado, com a abertura de cooperativas, disse a vice-governadora provincial para o sector político e social.

Pessoas com deficiência têm recebido vários apoios do Governo e parceiros sociais
Fotografia: Jornal de Angola

Os deficientes recebem instrumentos de trabalho, de acordo com as suas habilitações e pretensões, com os quais desenvolvem pequenos negócios
 Maria da Silva e Silva referiu que o Governo Provincial resolveu proporcionar às pessoas com deficiências apoio psicológico, reabilitação física, educação e ensino, formação profissional, emprego, assistência e reinserção social.
A governadora lembrou que, com o patrocínio da Fundação Lwini, está a ser construído no Negage um centro de reabilitação física e que os 10.600 deficientes registados na Direcção Provincial da Assistência e Reinserção Social receberam instrumentos de trabalho após terem participado em acções de formação de carpintaria, sapataria, barbearia, corte e costura, agricultura, alvenaria e serralharia.

Tempo

Multimédia