Províncias

População sinistrada recebe chapas e bens alimentares

As mais de 860 famílias, vítimas das chuvas no município do Bembe, receberam, na sexta-feira, chapas de zinco, roupas usadas, cobertores, calçados, bens alimentares e utensílios domésticos.

As mais de 860 famílias, vítimas das chuvas no município do Bembe, receberam, na sexta-feira, chapas de zinco, roupas usadas, cobertores, calçados, bens alimentares e utensílios domésticos. Os artigos foram entregues, na comuna de Quimbemba, pela vice-governadora para a Esfera Social e Económica.
Piedade Benze garantiu à população que outros bens de primeira necessidade vão ser entregues pelo Ministério da Assistência e Reinserção Social e pela Comissão Provincial de Protecção Civil. A vice-governadora aconselhou os munícipes a plantarem árvores nas aldeias e nos arredores porque as terras “situadas nas altitudes são vulneráveis a ventos, que causam grandes danos materiais”.
Na localidade de Quimpemba, a dois quilómetros da vila do Bembe, vivem mais de três mil pessoas.
As fortes chuvas acompanhadas de ventos destruíram mais de 160 casas no município do Bembe. A directora provincial da Assistência e Reinserção Social, Adelina Alexandre Pinto, disse que a sua direcção tem sensibilizado as populações que vivem em zonas de risco no sentido de se prevenirem de catástrofes naturais. Ela revelou que vão ser distribuídos instrumentos de trabalho às populações provenientes da República Democrática do Congo realojadas na comuna do Lucunga e na sede municipal do Bembe, para a sua integração na vida sociedade.
 

Tempo

Multimédia