Províncias

Primeiros graduados em Biologia melhor preparados para dar aulas

Eunice Suzana | Uíge

O Instituto Superior de Ciências da Educação do Uíge (ISCED) graduou, no passado dia 5, os primeiros quatro licenciados no curso de Biologia.

Aulas de Biologia nas escolas locais do II ciclo do ensino secundário passam a ser dadas por professores licenciados
Fotografia: Eunice Suzana | Uíge

O Instituto Superior de Ciências da Educação do Uíge (ISCED) graduou, no passado dia 5, os primeiros quatro licenciados no curso de Biologia.
Casimiro Mezonda obteve 17 valores, como resultado do seu bom desempenho na defesa do trabalho apresentado sobre “Avaliação do Nível de Aprendizagem dos Alunos da 10ª Classe no Ensino dos Conteúdos dos Ácidos Nucléicos - caso particular da escola do II ciclo do ensino secundário do Songo”.
O agora licenciado em Ciências de Educação, na especialidade de Biologia, revelou à reportagem do Jornal de Angola que o trabalhou resultou de uma série de constatações feitas durante os quatro anos de formação superior.
“Muitos alunos da 9ª classe, por exemplo, quando chegassem à 10ª, não conseguiam interpretar os conteúdos relacionados com os ácidos nucléicos, por isso, vi-me obrigado a investigar este tema, para ajudar não só os alunos, mas também os professores e a sociedade em geral na utilização de métodos mais simples, que facilitam a compreensão dos conteúdos em causa”, afirmou.
Costa Barros abordou no seu trabalho de final de curso as “Principais Dificuldades na Utilização de Métodos do Ensino da Biologia e Sua Influência na Compreensão dos Conteúdos na Unidade Temática da Citologia da 9ª Classe - um estudo realizado na escola do I ciclo do ensino secundário do município do Songo”, cuja exposição lhe valeu 17 valores.
O estudante Mântua Pedro Alexandre, que defendeu a sua monografia sobre “Os Meios de Ensino no Processo de Ensino e Aprendizagem da Biologia e Sua Importância na Aquisição dos Conhecimentos”, recebeu a nota 15. Saganha Pedro obteve 16 valores no final da defesa do trabalho sobre a “Contribuição Para o Conhecimento de Alguns Procedimentos e Métodos Para a Educação Pré-Natal no Centro Materno Infantil da Pedreira/Uíge”.

Decano valoriza formação


O director-geral do ISCED, Siro Manuel Caetano, referiu que a abertura do curso de Biologia no Instituto Superior de Ciências de Educação da província do Uíge surgiu da necessidade de potenciar as escolas locais do II ciclo do ensino secundário com professores formados nessa área. “Apesar das dificuldades, apostamos na abertura do curso superior de Biologia e agora começamos a colher os primeiros frutos, isso tudo graças à cooperação que tivemos com Cuba, porque de lá vieram professores que nos ajudaram a formar este grupo de estudantes”, disse.
Ana Gomes Lowa, chefe do departamento das Ciências da Natureza, realçou que o estudo da biologia é de extrema importância, pela sua grande aplicabilidade nos domínios da saúde e agricultura.
“O nosso objectivo é preparar professores de Biologia com um perfil didáctico, psico-pedagógico e metodológico, que possam contribuir de forma notável no desenvolvimento do país, em geral, e da província, em particular”, concluiu a chefe do departamento das Ciências da Natureza.

Tempo

Multimédia