Províncias

Produtos agrícolas vão ser analisados no Uíge

O Ministério do Comércio e a Universidade Kimpa Vita têm um projecto para a im-plementação de um laboratório de análises de qualidade dos produtos agrícolas.

Universidade Kimpa Vita já reservou o espaço para a instalação do laboratório
Fotografia: Eunice Suzana | Edições Novembro | Uíge

Joaquim Júnior | USegundo o director  para a área de Informação Científica e Documentação da reitoria desta unidade académica, Augusto Lunganga, o formato do projecto foi desenhado num encontro mantido entre o ministro do Comércio, Jofre Van-Dúnem, e o reitor da Universidade Kimpa Vita, João da Silva.
No encontro, assistido pelo governador provincial do Uíge, Pinda Simão, e pelo secretário de Estado da Agricultura, José Amaro Tati, ficou decidido que a universidade encontre o terreno, elabore o projecto e submeta o mesmo ao Ministério do Comércio nos próximos dias.
Augusto Lunganga  considerou “oportuna a proposta do ministro do Comércio”, visto que a universidade usa apenas laboratórios de en-sino e não tem de investigação. “Uma vez materiali-
zado, o projecto será um instrumento valioso para a instituição e vai contribuir para a melhoria da investigação científica e o melhor controlo da segurança dos alimentos”, frisou o académico ao Jornal de Angola.
“A província do Uíge é uma potência agrária , mas carece de laboratórios para análises  de produtos agrícolas. A intenção do Ministério do Comércio de criar os referidos  laboratórios visa garantir qualidade aos produtos  que vão  parar à mesa dos consumidores e, consequentemente,  segurança alimentar às populações”, disse Augusto Lunganga.
A Universidade Kimpa Vita, segundo  Augusto Lungaga, já reservou o espaço para a instalação do laboratório e está a trabalhar com o Ministério do Comércio para estabelecer um memorando, elaborar o projecto e seleccionar os quadros que vão garantir o funcionamento do empreendimento.

Tempo

Multimédia