Províncias

Programa de urbanização está em estudo na Damba

Joaquim Júnior| Uíge

Quadros da Administração Municipal da Damba estão a analisar a proposta de data de fundação da localidade e definir as linhas mestras para o estudo do plano urbanístico do município, no âmbito do programa de criação de vilas e cidades modernas de Angola.

Estão a ser traçadas novas estratégias para melhorar o plano urbanístico do município da Damba
Fotografia: Eunice Suzana | Uíge

Sob o lema “Telema Damba, rumo ao desenvolvimento”, o encontro tem como objectivo a interacção dos quadros naturais da Damba espalhados pelo mundo no sentido de atraírem mais investidores nacionais e estrangeiros que possam contribuir para o desenvolvimento económico e social do município.
A dinamização de parcerias públicas e privadas para fortalecer e criar oportunidades de emprego para a juventude e de negócios sustentáveis para o empresariado local constam, também, dos objectivos da realização do encontro. Os participantes vão debruçar-se sobre a proposta de data de fundação da Damba, Plano Nacional de Desenvolvimento 2013-2014 e a sua aplicação no município, o poder tradicional junto das populações e o papel das associações dos naturais da Damba no desenvolvimento do município.
À margem do encontro, os agricultores do município expõem as potencialidades agrícolas da região numa feira agropecuária. O município da Damba tem uma população calculada em 183.066 habitantes distribuídos por 312 povoações e quatro comunas, Lêmbua, Nsosso, Petecusso e Camantambo.
Localizada a cerca de 200 quilómetros da cidade do Uíge, a Damba possui clima e solos favoráveis ao cultivo da mandioca, ginguba, feijão, abacate, abacaxi, banana, milho e diversos hortícolas.

Tempo

Multimédia