Províncias

Projecto de energia solar está em fase conclusiva

Joaquim Júnior | Uíge

A sede municipal de Sanza Pombo e aldeias circunvizinhas, na província do Uíge, vão contar, dentro de dias, com energia produzida por uma central fotovoltaica, cujas obras encontram-se em fase conclusiva, informou, quarta-feira, o director do Gabinete Provincial de Infra-estruturas e Serviços Técnicos.

 

Infra-estrutura vai potenciar a capacidade energética da vila
Fotografia: JESUS SILVA | EDIÇÕES NOVEMBRO

António Lima, que falava à imprensa no final da I Sessão Ordinária do Governo Provincial do Uíge, avançou que o município do  Sanza Pombo foi contemplado com um projecto de âmbito central, que permitiu a construção da central fotovoltaica (combinação de energia solar e térmica), composta por placas solares que geram dois megawatts de energia contínua, bem como quatro geradores que produzem três megawatts.

“A electrificação de Sanza Pombo é um projecto que já está concretizado, faltando apenas a expansão da rede, num raio de dois quilómetros. O projecto já foi adjudicado à empresa ENDE, que está a fazer a instalação de sete postes de transformação de energia eléctrica, para expandir a rede na vila e aldeias próximas”, disse António Lima.
Segundo o director do Gabinete Provincial de Infra-estruturas e Serviços Técnicos, o projecto beneficiará 25 por cento da população de Sanza Pombo. A central, acrescentou, vai reforçar a capacidade de produção no município, que outrora era suportado por um grupo gerador. Com o aumento da capacidade de produção, 12 mil consumidores da vila e arredores vão beneficiar de energia.
A I Sessão Ordinária, orientada pelo governador provincial do Uíge, Pinda Simão, analisou igualmente os projecto de electrificação dos bairros periféricos da cidade do Uíge, nomeadamente Nguengue, Quilala, Candombe Novo, Mbemba-Ngango e dos bairros Ana Candande I e II. 
A porta-voz do Governo Provincial do Uíge,Sónia Arlete, disse que os membros do Governo apreciaram o relatório anual de 2018, o ponto de situação da ordem pública, actualização das categorias dos funcionários públicos, a proposta do projecto de curto, médio e longo prazos de combate às endemias 2019-2022  e a questão  da progressão das ravinas.

Tempo

Multimédia